Look do Dia: Saia Midi com Fendas e Bolsos!

Na fase da revolução que aconteceu em meu armário no ano passado, quando fiz a minha consultoria de estilo, um vestido virou a minha primeira saia midi e uma pantalona de malha virou minha primeira pantacourt.

Preciso dizer que, alguns meses depois, estou cada vez mais apaixonada pelas minhas roupas, pois elas mostram demais quem eu sou! A consultoria veio na hora certa, deixando para a vida o resultado que eu queria: vestir só o que eu amo e só o que realmente mostre quem eu sou.

A Saia Midi de Crepe

As duas peças acima que eu modifiquei (mais um vestido que virou colete e que eu ainda preciso mostrar por aqui) se tornaram realidade logo após a etapa de revitalização, quando a gente repassou peça a peça do meu armário e decidiu o que sairia e o que ficaria.

Já esta saia midi surgiu após a etapa de experiência em lojas. Eu tinha amado uma pantacourt e uma saia assim em uma loja, mas escolhi comprar só a calça pois a saia era no mesmo tecido e cor. Na vida real, não faria muita diferença em meu armário ter as duas peças tão parecidas.

Chegando em casa, busquei um modelo que atendesse os detalhes que tinha gostado da saia da loja e fui atrás de um tecido diferente, principalmente em relação à cor. Amei quando achei este tom de verde em um crepe não muito pesado e com caimento gostoso. Era bem o que eu queria!

A saia é franzida, com cós reto e dois bolsos aplicados na frente. No centro da frente e das costas, fendas que começam acima dos joelhos e que dão um movimento bonito.

Saia midi, franzida, com bolsos aplicados e fendas.

Amo os bolsos!

Zíper invisível atrás e nessa foto dá para ver a fenda melhor.

Eu teria feito eu mesma a modelagem desta saia, mas as minhas bases de modelagem estão desatualizadas (eu era bem mais magra quando as fiz) e acabei optando por um molde pronto que eu pudesse modificar.

Eu escolhi o molde Zinnia, da Colette Patterns e fiz a versão 1 com um tanto de modificações: tirei um tanto da roda da saia, tirei os botões frontais e fiz as fendas de frente e costas, aumentei o tamanho dos bolsos e deixei a saia mais longa. Ok, depois de tanta alteração talvez o tempo em fazer uma nova base de saia e modificar não fosse tão diferente, eu assumo, rs!

Mas, de qualquer forma, adorei voltar a costurar uma peça do zero, pois no ano passado eu costurei bem menos que nos anos anteriores. Aqui embaixo está um pouquinho da costura da saia, adoro fazer vídeos assim!

Look do Dia

Esse foi o dia em que estreei a saia, depois da etapa que encerra a consultoria, a etapa de montagem de looks. Gosto demais que a peça tem combinado muito com tantas outras que eu tenho e sempre me sinto linda e arrumada com ela!

Uso demais esta saia, virou um dos meus xodós por aqui. Com ela eu tive certeza que estava apostando nos comprimentos midi para me atender nas questões de conforto, mas também de sofisticação.

Uma das coisas que ficou da consultoria é que eu amo cores e continuarei usando, senão não seria eu, né?! Esse é um dos meus looks favoritos de lá pra cá, até já repeti em outras ocasiões!

Saia Midi: Crepe da Mittus Tecidos. Molde Zinnia da Colette Patterns (fiz a versão 1, com várias modificações).
Blusa: Alcaçuz
Brincos: Montageart
Sandálias: A Mafalda

 

E a saia segue fazendo sucesso e compondo bons looks, olha só!

Não falei que teve repeteco? Nesse dia, troquei os brincos mais trabalhados por um par mais simples e coloquei um broche na blusa. Amei também (fora que nessa foto a blusa não estava amassadinha, rs)!

Nada como fazer um projeto bem pensado! Que ótima volta às costuras!

Look do Dia: Vestido que virou Saia Midi!
Look do Dia: Calça de Malha que virou Pantacourt!
Look do Dia: Xale de Crochê!

Quando a Ana postou o xale vírus que ela fez (post aqui), além de também achar o nome muito curioso, fiquei doida de vontade de fazer um para mim. Pensei em usar como um xale/lenço para a meia estação!

Escolhendo o material

Seguindo a preocupação da Ana em achar bons materiais nacionais para fazer a peça, peguei a minha famosa cartela de cores e fui para o armarinho.

Escolhi o fio Esterlina 5 por ser de melhor qualidade, um fio de algodão egípcio merceirizado da Coats. Comprei quatro novelos, em dois tons de azul.

Sim, eu levo minha cartela de cores para o armarinho!

Fazendo o xale

Como a própria Ana explicou no post dela sobre o xale vírus, além do gráfico, quem criou o xale o explica em uma sequência de vídeos. Até chegar no último, já tinha decorado a receita, então nem cheguei a acompanhar o gráfico.

Os vídeos estão em inglês, mas se você já tem alguma noção do crochê, acho que vai conseguir reconhecer os pontos. Aliás, este efeito lindo é conseguido com os pontos mais simples do crochê: ponto alto, ponto baixo, correntinha e só!

Usei quase dois novelos de cada tom de azul, que fui intercalando à medida que eles terminavam. Cuidei apenas para que os desenhos ficassem completos antes de trocar de cor. Usei agulha 2,20mm, lembrando que meus pontos são apertados e no rótulo do fio indica usar agulha 1,75mm a 2mm.

Como o projeto original não indica um tamanho para a peça, usei o meu lenço de veludo como referência.

Tamanho ideal!

Foi muito gostoso fazer este xale! Em momentos como esse que eu lembro o quanto eu amo fazer crochê! Enquanto fazia maratona de “O Tempo Entre Costuras” (tem post sobre a série aqui!) e da segunda temporada de “Stranger Things”, o xale tomou forma!

Acabamentos e o xale pronto

Achei que o xale merecia um pouco mais de acabamento, pois no projeto não tem indicação nenhuma a respeito. Fiz uma carreira de ponto baixo na volta toda, bem simples, mas que arrematou direitinho principalmente a borda mais larga, onde começava cada carreira.

Ponto baixo em toda a volta.

Usando a mesma ideia do lenço de veludo da La Droguerie (fiz também um de algodão, este aqui), saí em busca de pingentes e contas grandes para colocar nas pontas. Os melhores materiais que consegui encontrar na região da 25 de março foram estas contas grandes de vidro e estes pingentes prontos (que queria que fossem mais gordinhos, mas ok).

Agora sim, finalizado!

Look do Dia

Aproveitei para usar o xale em um desses dias em que o tempo está mais fresquinho em SP, por cima de um vestido de malha que estou amando por causa das cores e dos recortes, além do comprimento midi que está cada vez mais presente em meu armário.

No fim das contas, o xale ficou “emoldurado” pelo recorte azul mais escuro do vestido, adorei!

Xale de Crochê: projeto do xale Vírus, da Woolpedia (em inglês). Usei quase 4 novelos da linha Esterlina 5, da Coats, nas cores 040 e 140 e agulha 2,20mm.
Vestido: Alcaçuz
Tênis: Adidas
Brincos e anel: Camila Klein

Eu amei fazer o xale!
Só tinha peças do tipo para o frio, então ficou bem diferente do que eu tenho no armário!

Aventuras em crochê: fazendo o xale vírus!
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Look do Dia: Blusa Cropped em Tricô (projeto Francine Lacerda)!

Quando comecei a minha consultoria de estilo com a Cris (post aqui), eu já tinha começado esta blusa por conta própria. Mas as minhas escolhas já estavam certas: alongar um pouco o comprimento da blusa e usar as cores da minha cartela!

Esta é a minha primeira blusa de tricô que não é para o frio. Fui tricotando o top nos últimos tempos, em casa mesmo, seguindo as instruções. Levei para a aula apenas para fazer os acabamentos, pois estou acostumada a fazê-los de outra forma, que aprendi com a minha professora Solange.

A Blusa Cropped da Fran

Comprei o projeto da Francine em agosto e os fios eu já tinha em casa há um tempo, estavam esperando o projeto ideal para eles! Fiz o tamanho G e apenas aumentei o comprimento da peça, para que ela terminasse nos meus ossinhos do quadril (que a gente chama na modelagem de pequeno quadril), sabe? Assim a blusa não ficaria curta para mim e eu aproveitaria mais o uso dela!

O fio de algodão egípcio mesclado é da Lanafil (o Favignana Degradê) e ele fez toda a diferença no projeto! Ficou leve, acetinado e fresquinho!

Usei quase 7 novelos de 50g da cor 79394 (degradê de verde) e tricotei tudo com agulhas 4,5mm. O comprimento das duas partes é de 47cm cada um.

Look do Dia

Usei a blusa dia desses para almoçar com o marido, e adorei juntar as texturas do tricô, da saia plissada e da carteira de crochê. A combinação de verde e azul (análogas no círculo cromático) deixa o look colorido mas ainda discreto por não ser contrastante, o que eu gosto muito!

Blusa Cropped de Tricô: Linha de Algodão Egípcio Merceirizado Lanafil – Favignana Degradê. Projeto Cropped Boxy Tee da Francine Lacerda.
Carteira em Crochê: Fio de malha Novelaria. Projeto das aulas com a professora Solange, na Novelaria (SP). Mais fotos da carteira aqui.
Broches: Montageart (SP)
Saia Plissada: American Apparel
Tênis: All Star

Agora eu tenho uma blusa de tricô para os dias mais quentes! Adorei!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: feminista, mãe de cachorros, tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno