Loja de Tecidos TexPrima

Quanto tempo né? Que saudade de escrever aqui!!!!

Foram muitos posts planejados e pouco tempo para escrever, mas conheci uma loja e me senti na obrigação de dividir com vocês, por isso aqui estou!

Essa loja se chama TexPrima e fica localizada no bairro da Casa Verde, aqui em São Paulo.

Uma amiga que também costura me convidou para conhecer a TexPrima por conta de um anúncio que ela viu no facebook sobre uma promoção de tecidos (irresistível para nós, não é mesmo?) E lá fomos nós.

Eu moro no centro e foi bem fácil e rápido de chegar, não enfrentamos trânsito.

A loja

Pelo lado de fora, a TexPrima nem parece loja; tem mais cara de fábrica. Mas quando você entra se surpreende, a loja é linda!

No térreo fica a sessão de tecidos pesados, para tapeçaria e decoração. Apesar dos mostruários, se parece mais com uma sala moderna e bem decorada.

As paredes tem lindos grafites com tema de costura, não consigo pensar em nada mais amor que isso!

No piso inferior você encontra a sessão de tecidos para vestuário. Os mostruários ficam em ganchos na parede onde você encontra além da amostra, a composição e o preço do tecido. Grande parte dos tecidos estava na promoção de 50% que funciona assim: você paga o preço da etiqueta, mas por 2 metros, ao invés de 1, não é sensacional?

(A promoção vai até o final desta semana!)

Tem muito tecido diferente, muita coisa bonita! Comprei dois cortes de linho risca de giz, um corte de flanela, um linho verde água e outro rosa. Comprei também um moletom feito de tecido reciclado e um tecido acoplado, bem estruturado para fazer um colete de matelassê para a Julia (volto para mostrar, fiquem tranquilas!)

Trouxe muito tecido e gastei muito pouco… pela qualidade e preço acho que vale muito a pena conhecer!

Ateliê

E, para fechar com chave de ouro, nos fundos da sessão de tecidos encontramos uma sessão de aviamentos, uma banquinha de retalhos e um ateliê com máquinas, moldes, mesa de corte e tudo mais que você precisar para costurar lá mesmo! É todo amor da vida!

Conversando com a vendedora (super querida e atenciosa chamada Núbia) ela contou um pouco sobre a loja, essa ideia de ter um pequeno ateliê para atender os clientes e sobre o conceito de não desperdiçar nada (os tecidos são reciclados ou vendidos aos retalhos para estudantes de moda pois, como bem ressaltado por ela, são de produção muito cara, cujo processo gera muita poluição). Bióloga e ecochata que sou, só deu pra gostar mais ainda da loja!

Espero que gostem e se forem conhecer, não esquece de comentar o que achou, tá?!

_____

Informação:

TexPrima Loja e Oficina
Rua Atílio Piffer, 759, Casa Verde
Aberto de Segunda à Sexta, das 8h às 17h.
Site

**Siga o blog com o Bloglovin **

Um novo armário handmade para uma nova fase
Sobre Florescer em Pleno Inverno
Resgatando uma paixão antiga: a fotografia

Livro “Roube como um Artista”, de Austin Kleon. Foto: eu!

Enquanto eu estava na faculdade de publicidade, eu tive uns dois ou três semestres de fotografia. Em meio a tantas matérias interessantes, eu descobri a fotografia como uma paixão.

Na época, aprendíamos a manusear câmeras analógicas totalmente manuais, aprendíamos a revelar filmes (e antes de revelar, cada clique tinha que ser bem pensado, pois o filme tinha no máximo 36 poses) e a ampliar as imagens para o papel fotográfico.

Lembro que aprendemos também a fotografar com cromo (um filme maior, quadrado e que já saía com a imagem positiva) e a disciplina de fotografia digital se resumia a escanear estes cromos e trabalhar as imagens nos programas de edição de imagem. Não sou novinha, como dá para perceber, mas já existia Photoshop na virada para os anos 2000, rs!

Enfim, eu fiquei tão encantada com tudo isso a ponto de querer mudar de curso. Mas já estava no meio do caminho, em uma super faculdade, acabei seguindo até o final dos quatro anos de publicidade.

A paixão pela fotografia nunca me abandonou, apesar de eu nunca ter retomado os estudos. Antes que os celulares tivessem ótimas câmeras, eu sempre tinha uma câmera comigo.

Nesses tempos de faculdade e de descoberta da fotografia, me apertei um pouco financeiramente e comprei uma Canon EOS500n. Em qualquer minutinho livre, eu saía clicando por aí e me dava muito bem com essa amiga.

Aproveitava os dias de folga do trabalho que caíam durante a semana para passar a tarde no laboratório da faculdade revelando os filmes e ampliando as fotos. Quanto mais amareladas ficavam as minhas unhas e quanto mais as mãos cheiravam forte das químicas utilizadas, mais eu ficava feliz! Adorava também ir à Conselheiro Crispiniano, no centro, comprar materiais nas lojas especializadas.

Mas a tal “vida adulta” de trabalho o dia inteiro e estudos à noite veio pouco tempo depois, junto com o advento das câmeras digitais e eu fui deixando esse encantamento todo no passado. Até o tripé bacana que eu tinha eu acabei doando depois de um tempo. É como se eu tivesse jogado uma parte minha fora, como diz o livro da foto do começo do post.

Fotografia Digital

Nos meus tempos de fazedora de cupcakes eu precisei retomar as atividades de fotografia, já que eu mesma fazia tudo, inclusive a divulgação dos meus produtos. Uma Cibershot que o Ricardo comprou para registrar a nossa lua-de-mel em 2007 não entregava o resultado que eu precisava e aí uma Nikon D90 entrou na minha vida.

Nunca consegui me adaptar aos controles manuais dela como sabia fazer com a câmera analógica, logo vi que eu é que tinha perdido o jeito. O negócio era usar tudo no automático.

Andei com esta câmera pra lá e pra cá por alguns anos, inclusive gerando briga nas viagens porque ninguém queria carregá-la por conta do peso, mas rendiam lindas fotos mesmo no automático.

San Francisco, 2014, com a minha D90 (pouco antes da aposentadoria).

Quando fui para San Francisco pela primeira vez, em julho de 2014, já na era deste amado blog, estava decidida a comprar uma câmera nova que fosse mais moderna e mais leve.

Minha amiga Mari, que manja muito de equipamentos, me ajudou a escolher uma Canon G16 e com ela tenho sido muito feliz, desde que ela não dê erro no cartão de memória, rs!

Inhotim, em Minas Gerais, 2016, com a G16.

Nas últimas férias, agora em abril, estava decidida a comprar uma nova câmera, pois não dava para mandar esta que eu tenho para o concerto sem ter outra para registrar as imagens do blog e, muito importante, registrar momentos da nossa vida e das viagens que fazemos.

Não é que tudo se resolveu foi com um novo celular? Os cliques que a Ane fez com um iPhone 7 Plus e que estão neste post me fizeram ir no mesmo dia a uma loja da Apple e comprar um pra mim (sério!).

Um registro com um iPhone 7 Plus da minha G16, que anda sempre comigo. Tá com defeito, mas ainda é muito querida!

E aí, desse jeito inesperado, tantos anos depois, o bichinho da fotografia me mordeu de novo. Com um celular. Tenho registrado mais, me dedicado mais (quem me segue no insta deve ter notado algumas composições, coisa que eu nunca fazia).

Percebi que tantos outros assuntos ganharam importância na minha vida e a fotografia sempre ficou num cantinho, sendo coadjuvante, esperando a hora de voltar com tudo. É como se a parte de mim que eu tinha jogado fora tivesse sido resgatada.

Oficina de Foto e Texto com Celular

No último sábado, participei de uma Oficina de Foto e Texto com Celular, das maravilhosas Mayara e Carla e posso dizer que cumpriu a missão de me atualizar e me apaixonar mais um pouco, podendo tirar melhor proveito dos recursos que eu já tenho.

A oficina é voltada aos empreendedores criativos e eu fui até lá pensando em desenvolver melhor os trabalhos aqui do blog e também das redes sociais. Mas consegui mais: a felicidade de voltar a aprender algo sobre fotografia depois de tantos anos! É um daqueles momentos em me sinto mais viva, sabe? Foi um dia super gostoso, com muita gente bacana e empenhada em desenvolver seus negócios e mostrar suas ideias do melhor jeito possível.

A parte do texto da oficina é igualmente importante e igualmente bem estruturada, vejo que tenho pensado com mais carinho ainda sobre o que escrevo! A foto que postei como resultado dos trabalhos do dia foi esta:

Então, em meio a tantas ideias que têm passado pela minha cabeça atualmente, abri um espacinho para algo que voltei a amar e que quero voltar a praticar, pois não quer dizer que já reaprendi tudo, né?!

E você? Tem a sensação de já ter deixado algo que era importante para você no passado?

(Antes de encerrar este post preciso fazer menção honrosa a dois outros equipamentos subutilizados que temos em casa: uma Diana F da Lomo – esta da foto do início do post e que clicou no máximo um filme – e a Instax que amo mas sempre esqueço de usar!)

Um novo armário handmade para uma nova fase
2019 de vida com verdade!
Guia de Lojas – Santo Amaro e Interlagos (versão 2017)

Meu macacão jeans e as ferragens para escolher no Bazar Mimura

Eu fiz um post em 2014, atualizado em 2016, sobre as lojas que conheço na região de Interlagos e Santo Amaro. Resolvi fazer um novo post, com mais locais e deixá-lo em destaque na categoria Cursos e Lojas, assim quem precisar poderá achá-lo rapidinho!

Santo Amaro

Como comentei na primeira versão do post, as lojas de Santo Amaro são uma ótima opção na zona sul para comprar materiais diversos. É mais perto e acessível que a 25 de março e os preços costumam ser honestos.

Quando vou à Santo Amaro para fazer compras, a rua principal a ser visitada é a Barão de Duprat. Costumo ir de carro e estacionar no Shopping Boa Vista, que também pode ser opção para um lanche antes ou depois das compras. Quando não vou de carro, vou de metrô na linha Lilás até a estação Largo 13 Adolfo Pinheiro e ando até lá.

Cop Center – Boavista Shopping – Santo Amaro
Rua Borba Gato, 59, loja 102, Piso Borba Gato
(11) 5523-5005
Já fiz cópias em tamanho gigante de moldes (possuem plotter para cópia e para impressão). Fazem serviços gráficos em geral.

Bazar Mimura – Santo Amaro
Rua Desembargador Bandeira de Mello, 477
(11) 5686-2500
Armarinhos e aviamentos em geral
Muito organizado, já comprei rendas de algodão, já deixei um macacão jeans para colocar botões. fiz o mesmo recentemente com uma jardineira de sarja. No cartão de visita indicam ter cursos de tricô, crochê, tapeçaria, bordado, tear, corte e costura; forração de botões, colocação de botões jeans e de pressão, ilhoses e rebites; Conserto de zíper na própria peça; Montagem de zíper em metro.

Bazar Leontinas – Santo Amaro
Rua Barão de Duprat, 122
(11) 5687-6024
Site
Um armarinho bem antigo e grande, conheço há anos e tem uma variedade muito boa de linhas para diversas aplicações. Já comprei lãs, linhas para crochê, para bordado, para costura, sianinhas, fitas de cetim e de gorgorão, agulhas e botões.

N.A. Tecidos – Santo Amaro
Rua Barão de Duprat, 155
(11) 5686-2695
Facebook
Já comprei tricoline que costumo encontrar no Fernando Maluhy e manta acrílica (aquela mais fofinha, sem cola). Possui também outros tecidos, já comprei sarja fina com elastano, chambrê e lamê. É onde sempre compro morin, tecido bem simples de algodão que serve para fazer peças piloto.

Plásticos Paludeto – Santo Amaro
Rua Barão de Duprat, 342
(11) 5521-4632
Site
Possuem materiais mais encorpados, para decoração principalmente. Comprei lá plumante para almofadas.

Loja Imperial Artesanato – Santo Amaro
Loja 1: Rua Senador José Bonifácio, 58
(11) 5548-5114
Loja 2: Rua Vera Cruz, 49
(11) 5524-6606
Facebook
Fios de Lãs e Linhas, Armarinhos em Geral
Muito organizado, ótimo para comprar lãs e linhas para tricô e crochê. Comprei o Renova Cobertor e algumas rendas de algodão em 2013, mas quando fazia muito crochê e bordado, era lá que eu encontrava todos os materiais. Recentemente comprei agulha circular de tricô da marca Tulip. Sempre fui na loja 1. (ATUALIZAÇÃO EM 16/03/18: A Loja 1 fechou em 2017, mas a loja 2 continua funcionando normalmente!)

Artefatos de Madeira Suely – Santo Amaro
Rua Dr. Antonio Bento, 691
(11) 5525-5750
Site
Comprei os pássaros de resina para montar os Corações Divinos que já fiz. Possuem também um tanto de tecidos, material para Scrapbook, além de muito material em madeira para pintura ou decupagem. Ministram cursos de pintura em madeira, entre outros.

Outros locais na zona sul

Fon Fin Fan – Loja e Ateliê – Jardim Satélite / Interlagos
Av. Feliciano Correia, 374
(11) 5666-5065
Site
Desde que conheci a loja, comprei muitos presentes por lá. Atualmente dão apenas cursos e também vendem tecidos e aviamentos. Fiz aulas de Patchwork de maio de 2013 a dezembro de 2015 e recomendo! Informações completinhas neste post.

Gabriel Afiação – Jardim Primavera
Av. Lourenço Cabreira, 744 – Em frente à Praça João Beiçola
(11) 5663-3413 / (11) 2826-3585
É com o Gabriel que eu afio tudo o que preciso na minha casa há uns bons anos! Se for deixar muita coisa de uma vez, geralmente ele pede para pegar algumas horas depois ou no dia seguinte.

Edrac Gráfica e Copiadora – Jardim Colonial / Sesc Interlagos
Av. Manuel Alves Soares, 397
(11) 5666-5908
Facebook
Quando eles estavam na Av. do Jangadeiro e eu estava sem impressora, era lá que eu fazia a impressão dos moldes que eu comprava pela internet.

Cris Armarinhos – Veleiros
Av. Ipanema, 209
(11) 5524-9100
SiteFacebook
Já comprei linhas para crochê e aviamentos. Prestam serviços de bordado computadorizado, vendem linhas, lãs e barbantes, materiais para artesanato e patchwork.

Atlântico Tecidos e Aviamentos – Parque Atlântico / Cidade Dutra
Avenida Atlântica, 5469
(11) 2628-1644
Facebook
Comprei lá a malha que usei numa camiseta (post aqui). Vendem tecidos variados, manta acrílica e aviamentos. Felizmente, cada vez que passo por lá tem mais variedade de materiais à venda!

Casa Tricochê – Cidade Dutra
Danica – Loja e Oficina – Cidade Dutra
Rua Padre José Garzotti, 132
(11) 2501-8553
Instagram / Facebook
Site / Facebook
Loja de lãs, linhas e aviamentos. Barbantes, agulhas, fitas, rendas, velcro, alfinetes, cordões, colchetes, tecidos para Patchwork e etamine. Também possuem cursos de tricô, crochê e bordado.
A loja abriu em 2016, atendimento muito simpático! Comprei lá o cordão que coloquei no meu macacão de moletom (post aqui) e espero voltar sempre!
Atualizado em 06/08/2018 – A loja mudou de proprietária e de nome em maio de 2018. A Daniela agora está a frente da loja, com muitas lãs, aviamentos, cursos e oficinas! Já comprei lã e linhas vintage com ela!

Sebos e Biblioteca

Nesta última “ronda” que fiz para fazer este novo post, resolvi também visitar dois sebos e a biblioteca pública da região. São opções que podemos considerar para gastar pouco (ou nada) com a parte de livros e revistas! Como o acervo dos sebos sempre está se renovando, vale a pena dar uma passadinha de vez em quando para conferir as novidades!

Sebo Empório das Letras – Interlagos
Av. Antonio Barbosa da Silva Sandoval, 83
(11) 5666-5420
Estante Virtual
Vendem discos de vinil (oba), CDs, livros, gibis.
(OBS: Achei este sebo enquanto jogava PokémonGo, pois o local é um Pokestop! Voltei num outro dia para conhecer e gostei muito!)
Na parte de moda, costura ou artesanato, não tinha muita coisa, mas tinha um exemplar em ótimo estado da História da Moda no Brasil, além de livros mais voltados para arte, então certamente voltarei lá mais vezes para garimpar novidades.

Sebo Relíquia Livros – Cidade Dutra
Rua Mangaratiba, 25
(11) 5666-5742 / (11) 95050-9744
Estante Virtual
Livros e revistas
Este sebo fica bem pertinho da minha casa, é vizinho de uma sorveteria, só pra ajudar, rs!
O Joaquim foi super atencioso e mostrou para mim algumas revistas de moldes e apostilas antigas de cursos de costura, tudo em bom estado.

Biblioteca Malba Tahan – Jardim Suzano
Rua Brás Píres Meira, 100
(11) 5523-4556
Eu visitei várias vezes esta biblioteca em meus tempos de escola para fazer trabalhos escolares e foi muito gostoso voltar lá depois de tantos anos!
O acervo é mais focado em livros didáticos e de leitura. Logo na entrada já tinha uma estante com os livros da Fuvest, por exemplo. Tinha pouquíssima coisa na parte de artesanato e não achei nada voltado à moda. Mas, se for algo que você pode deixar de comprar e usar de graça, vale a pena a busca!

Quando eu tiver mais novidades para este post, vou atualizar e avisar!

Guia de Lojas – Rua Augusta
Lojas de Tecido – Bom Retiro
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno