Olá!

Para este novo post sobre ferramentas de costura, o assunto é a medição. São poucas coisas (ou praticamente nenhuma) que conseguem ser costuradas sem ter que tomar alguma medida. Então, precisamos ter instrumentos de medição à mão quase que o tempo todo!
Neste post eu conto os que eu tenho em casa e como tenho usado. Vamos lá?

1. Fita métrica

Acredito que seja o mais versátil deles, por ser flexível e portátil. Enrolou, está pronta para ser levada em um kit de costura para qualquer lugar. É imprescindível para tirar as medidas do corpo para fazer roupas e serve em tantos outros casos. É importante que ela seja de material resistente e que tenha as pontas de metal. Até um tempo atrás eu não sabia para o que estas pontas serviam, até que a mestra Isa mostrou para mim que com ela podemos traçar curvas facilmente, por exemplo. É só furar onde está vazado, encaixar o lápis no buraquinho e movimentar conforme preciso.

Eu gosto mais das fitas que têm a escala dos dois lados, com a contagem começando cada uma em um sentido. Assim em qualquer lado que você pegar a fita ela poderá ser usada.

Uma opção também é ter uma fita métrica que funciona como uma trena, com caixinha e mecanismo retrátil. Se bem que eu tenho uma dessas, mas como não sou muito delicada, acabei quebrando o mecanismo. Para não perder a fita, que é muito boa, arranquei da caixinha retrátil que quebrei, rs!

2. Régua com esquadro

Existem esquadros grandes, com régua em um dos lados e com uma das pontas formando um ângulo de 90 graus. É imprescindível para a construção de retângulos e quadrados corretos, assim como acertar cantos de moldes que estejam sendo ajustados ou desenhados.

Eu não tenho nenhum como estes abaixo, mas tenho uma régua quadriculada que tem as marcações dos ângulos nela, então acaba também cumprindo esta função.

3. Régua quadriculada

Além de ter a medição habitual em milímetros, uma régua quadriculada ajuda facilmente a marcar margens de costura e fazer esquadros, pois já vem tudo marcado nela. Tenho uma há algum tempo e uso muito.

4. Régua para Patchwork

Os recursos dela se assemelham aos da régua quadriculada (marcações dos centímetros e dos ângulos), mas é de material mais pesado e grosso, para ficar bem estável na base de corte e ser usado com o cortador circular sem danificar a régua.

A régua de Patchwork costuma ser mais larga (a minha tem 15cm de largura), para ajudar na medição e também para aumentar a superfície onde se apoia a mão para mantê-la no lugar na hora do corte:

5. Régua de metal

Eu tenho duas, a menor muito antes de começar a costurar. Gosto de usar quando preciso usar em conjunto com estilete para cortar papel, assim não corro o risco de estragar alguma das minhas réguas plásticas.

Um detalhe final que eu gostaria de acrescentar é de comprar este tipo de instrumento sempre que possível feitos por empresas especializadas em instrumentos de precisão, como a Trident por exemplo. Infelizmente alguns “genéricos” possuem erros na escala e podem alterar o seu projeto. Não deveria acontecer, mas acontece…

Bora medir tudo no detalhe?

Beijos!