Costuras da Semana!

Olá!

Nesta semana que passou, como eu tinha pensado, terminei os porta copos na aula de Patchwork. Uma fofura só, inclusive para quem quase não costura coisas para casa com a cor rosa, como eu.

E ainda combinou com o meu copinho florido!

A próxima peça é um cestinho oval, que terá um trabalho muito lindo por fora. Antecipo aqui um dos bloquinhos que estão a caminho:

Poesia com tecido, como diz a mestra Tati.

Em casa, mesmo com o calorão, retomei minha capa de lã. Quero terminá-la até o final do mês. Aliás, é tão difícil retomar projetos parados por muito tempo! Você tem que repassar o que falta fazer, o que já foi feito… Toma um tempo que não tomaria se tivesse sido feito direto, sabe?

Mas agora, o jeito é acabar, né?!

Ajusta e termina, Katia! #terminakatiatermina

E, para encerrar a semana, fui no Bazar Fora de Série do Elo7. Foi muito legal conhecer novos expositores, novas ideias e também reencontrar gente querida!

Não tirei foto com ninguém pois estava parecendo uma cobrinha trocando de pele (rs) por conta de um peeling que fiz semana passada. Na próxima eu tiro, prometo!

As compras foram estas:

Uma almofada com estampa de flamingos da querida Má “Colacorelinha” Stump, que já está na sala.

Uma luminária do Star Wars escolhida à dedo pelo marido, da i-Pat.

Tecidinhos e projeto da máquina de costura em tecido da Lu Gastal.

Por enquanto é isso!
Beijos e boas costuras!

Costuras na Quarentena, Máscaras de Tecido e Recomeço do Ateliê
Uma almofada de crochê com restinhos de fios de outros projetos
Desafio costurístico e costura colaborativa – parte 2

Oi!
O tema de hoje é desafio costurístico. Quem aí não tem aquela técnica, detalhe ou projeto de costura que considera um desafio? Eu tenho uma lista de desafios e quando pensei sobre isso, logo comentei com minha parceira Katia que seria legal falarmos a respeito aqui no blog.

Como primeiro “auto-desafio” pensei justamente em uma técnica que quero testar faz tempo e agora surgiu a oportunidade de fazer. Aí que entra nosso segundo assunto: a costura colaborativa.

Tenho uma super amiga anja da guarda chamada Ingrid, que é uma pessoa incrível, daquelas que você conhece e quer ficar perto dela para sempre! Além de chef de cozinha, que prepara os quitutes mais deliciosos do mundo só pra te fazer feliz, ela é doida por química, adora handmade em geral, como fazer bonecas, tricô e tudo o mais que aparecer pela frente.

Quando ficamos amigas, claro que um dos primeiros assuntos foi a costura e ela me contou que já havia tentado algumas vezes mas que se frustrou com o método/ateliê onde foi aprender (assunto para outro post).
Na segunda ou terceira vez que nos vimos, herdei da Ingrid todo um aparato para patchwork de primeiríssima, aqueles que você baba de vontade de ter, sabe? Disse a ela que ficasse com o material, que eu ajudaria a fazer algumas peças, mas como ela é uma pessoa mil e uma utilidades e está sempre ocupadíssima, foi logo me passando suas coisas e alguns quadrados de patchwork prontos dizendo: se sair alguma coisa desses quadrados já fico feliz.

Assim que vi, pensei no canto mitrado, que é uma técnica de costura que eu queria muito usar, que já tinha tentado e não tinha conseguido alcançar um resultado que gostasse. Já saí da casa da Ingrid com tudo na cabeça. Essa semana me enchi de coragem e parti para compor meu projeto de costura colaborativa com minha queridíssima amiga Ingrid!

Olha que lindeza os quadrados que herdei da Ingrid!

Canto mitrado consiste em fazer bordas perfeitas, em um trabalho quadrado ou retangular cujas extremidades ficam finalizadas em uma costura diagonal. Não entenderam nada né? Bem, as figuras mais abaixo irão ajudar bastante!

Existem alguns modos diferentes de fazer o canto mitrado, facilmente encontrados em vídeos ou tutoriais de fotos na internet. Eu já havia tentado usar um modo que consiste em dobrar os cantos, passar a ferro para vincar, passar costura, depois cortar e virar para o lado direito deixando a costura finalizada. Confesso que apanhei muito e não ficou nada do que tinha pensado. Então encostei o desafio por um tempo.

Dessa vez, tentei outro modo, que consiste em costurar faixas laterais, independentes do quadrado central, em direções opostas. Depois é preciso sobrepor as demais faixas e costurar, vejam as etapas:

Primeiro coloquei as faixas laterais opostas (vermelhas) e depois as restantes (brancas).

Depois basta você dobrar o quadrado na diagonal, riscar essa mesma diagonal nas extremidades/faixas com giz de costura. Aí será onde você passará a costura e voilá: aí está o canto mitrado!

Com o canto mitrado consegui usar os quadrados de patchwork da minha amiga e terminar três lindas almofadinhas para ela, que ainda não viu ao vivo, mas já gostou pelas fotos.

Sempre achei patchwork incrível mas também muito trabalhoso e, como sou um ser sem paciência, nunca achava tempo para me dedicar tanto e tentar fazer. Confesso que o projeto em colaboração com essa amiga tão querida me deixou com vontade de me arriscar em mais peças com essa técnica, quem sabe não será o meu próximo desafio costurístico???

Obrigada amiga linda pelo trabalho a quatro mãos, eu amei o resultado e espero que a gente faça muitos outros projetos juntas!

Beijocas,
Ana

Uma almofada de crochê com restinhos de fios de outros projetos
Uma nova sala, com almofadas e pufes renovados por mim!
Almofadas para os Pequenos

Olá!

Existe alguém que não gosta de almofadas??? Acho impossível pensar em alguém que não curte algo tão fofinho, aconchegante, principalmente quando são feitas com carinho.

Aqui em casa somos doidos por elas mas, como não poderia deixar de ser, aquelas com formatos divertidos predominam. Além de terem sido feitas para que a Julia usasse como brinquedo, elas decoram o ambiente com um colorido cheio de humor.

Julia nasceu cercada de costureiras e antes mesmo de sair da barriga já tinha uma corujinha e um cachorro de retalhos, feitos pela minha madrinha e uma almofada bem linda, bordada com uma menina levando seu cachorrinho para passear feita pela avó (que fez TODAS as almofadas do enxoval, o que inclui os protetores de berço, travesseiros, balas e almofada de amamentação). Ah! E como não poderia deixar de ser uma tartaruga em Patchwork, também confeccionada pela vovó.

Quando nasceu, Julia ganhou de uma aluna minha de mestrado (que também é moça prendada, costureira) outra coruja lindona. Maiorzinha, recebemos a visita de uma colega também bióloga que trouxe pra Julia um elefante super lindo e fofinho.

Ano passado, ao visitar a Feira de Patchwork não consegui resistir e trouxe uma matrioska bem linda pra ela, feita pela Renata Blanco, que também vende os projetos para você fazer em casa.

No último aniversário pediu e ganhou uma baleia azul e “banca da vovó” e de lá para cá mais duas sereias (que não verdade são bonecas almofadas, pois são bem fofas e grandonas).

E essa vovó incansável e super criativa caprichou em uma linda Emília, de cabelinhos de retalho que merece destaque, pelo imenso e incrivelmente lindo trabalho!

E não paramos por aí, essa semana descobri um molde de uma almofada de peixe-boi, como resistir???

Minha prima está esperando um menininho (contei aqui), então já fui logo cortando o molde e o tecido que em menos de meia hora se transformou nessa fofura gigante:

Nem preciso dizer que precisei repetir a dose na mesma hora pra Julia, que já batizou o bicho de “Cerejinha”, tudo a ver não?

Os projetos não acabam aí, há uma infinidade de opções pela internet, com moldes grátis e tutoriais pra lá de bem explicados. Tenta, é uma delícia fazer! E o resultado então, uma fofura sem tamanho!

Pra terminar, e a pedidos da minha pequena, posto sua foto junto da “bichalada”como ela mesma diz:

Beijocas!
Ana

Uma almofada de crochê com restinhos de fios de outros projetos
Uma nova sala, com almofadas e pufes renovados por mim!
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: feminista, mãe de cachorros, tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno