5 Anos de Blog – Apoiando as Blogueiras da Resistência!

Pois bem, este amado blog completou 5 anos no último domingo. A correria por aqui tem sido tanta que eu não consegui planejar a tempo uma comemoração gostosinha, como foi no ano passado.

Confesso que sempre nessa época eu reflito sobre como é ter um blog nos dias de hoje, se eu continuo ou paro, se eu devo mudar algo.

Por que eu ainda tenho um blog?

Conversando dia desses com a querida Lu Gastal, falamos que, se chegarmos ao ponto de ninguém mais ler nossos conteúdos escritos, no mínimo a gente vai ter um belo diário de nossa trajetória. Resgatar um post antigo e rever, como bem disse a Lu, é como folhear um álbum de fotos. Concordo demais.

O blog é meu diário de bordo da caminhada na costura, nas manualidades e afins e realmente eu recorro à busca dele quando quero lembrar de algum projeto passado, quando participei de um evento ou onde achei determinado tecido. Aqui também tem um bocado de reflexões minhas, que normalmente você acha na tag #escrevekatiaescreve mas hoje em dia eu tenho reservado esse tipo de texto para as minhas newsletters (olha o merchan, rs: você já assina? Se ainda não, clica aqui e receba conteúdo exclusivo a cada duas semanas!).

Sim, as coisas foram mudando por aqui nos últimos anos. Lá atrás, nos três primeiros anos do blog, eu fazia um post de “Costuras da Semana”, com um apanhado de tudo o que eu tinha feito por aqueles dias. Ano passado virou post mensal. Hoje em dia eu deixo para mostrar o processo do que estou fazendo no meu Instagram Stories (meu insta é o @katialinden, sempre tem alguma foto de um detalhe no feed também!).

Outros blogs que começaram como pessoais acabaram tornando-se comerciais, uma vitrine dos produtos e serviços de quem o faz. Também acho lindo isso, não depender de ninguém para produzir seu próprio conteúdo comercial. Fora que essa é uma realidade cada vez mais presente nesse mundo do empreendedorismo criativo!

Eu optei por manter o blog pessoal, apesar de já ter pesquisado e ido atrás de alguns possíveis parceiros comerciais um tempo atrás. A possibilidade nunca está afastada. Fiz um projeto que inclui o blog e a conclusão dessa busca toda vai aparecer aqui em breve, olha o suspense!

Sim, eu ainda me surpreendo quando alguém me reconhece na rua por conta do blog ou me emociono quando alguém me conta que lê desde o começo. Tem gente que não perde um post e tem gente que já leu o blog inteirinho (aparece aqui nos comentários para todo mundo te conhecer)!

Ainda acho fundamental ter uma casinha própria na internet e não depender de algoritmos sempre mutantes das redes sociais. Também acho fundamental a gente encontrar nosso formato de fazer conteúdo e dar o melhor para ele (por exemplo, ainda tenho meus problemas com vídeos e estou me esforçando para reverter isso). Também acho que a gente não precisa estar presente em todas as plataformas, só nas que a gente se identifica e que a gente dá conta de fazer alguma coisa legal!

Obrigada!

Blogueiras da Resistência

Enfim, eu acho que ter um blog nos dias de hoje é um exercício de resistência. Com o crescimento do YouTube e de redes sociais de conteúdo mais instantâneo, muitas pessoas que começaram com um blog escolheram outras plataformas para colocarem seus conteúdos para o mundo. E tá tudo bem. Cada um tem que fazer o que mais se identifica!

Eu continuo por aqui por amar escrever e fotografar, por acreditar que a gente não pode depender de uma plataforma que não é nossa para produzir conteúdo (tá tudo bem ter canal, insta e face, mas eu não deixaria meu domínio próprio por nenhum deles). Também acredito que é legal estar presente em ferramentas que permitem buscas (Aí sim o YouTube, por ser um produto do Google, aquele que tudo encontra, leva vantagem em relação às outras redes sociais).

Terminando essa reflexão toda de porque eu continuo aqui firme e forte com um blog em pleno 2018, queria recomendar a você que está aqui acompanhando tudo isso alguns blogs que adoro, que resistem (rs) e que são escritos em português, para serem mais acessíveis a todos. São blogs que ainda levam a costura ou as manualidades como um estilo de vida, como acontece por aqui. Depois me contem o que achou e, se quiser recomendar outros nos comentários, vou amar conhecer!

Lu Gastal  (que escreveu um livro lindo e que, sem saber, deu a ideia para este post)

Ma Stump – Colacorelinha (leio há tantos anos, que nem sei quando comecei. A Má fez uma consultoria para chegarmos ao formato atual do blog, sabia?)

Andrea Risério – Arthé Criações  (amiga do coração e dos crafts)

Keiko – Keikolina (presente que o DecolaLab me deu no ano passado, foi e continuará sendo meu anjo nessa caminhada empreendedora)

Denise – Calu Histórias de Artesanato  (outro presente do DecolaLab!)

Também acompanho algumas portuguesas maravilhosas que escrevem tanto em português quanto em inglês:

Rita – The Bag of the Unexpected

Magda – House of Estrela

Constança Cabral

Então, se você que gosta de visitar meu querido bloguinho, não deixe de visitar essas outras moças maravilhosas em suas casinhas virtuais!
E muito obrigada por acompanhar essa minha jornada toda!

Como foi o Encontrinho do Blog!
3 anos de blog!
Meu ano novo pessoal: 38 anos

Ontem foi meu aniversário, completei 38 anos. Em algum outro post de aniversário eu comentei que todo aquele movimento de reflexão, planos e desejos para o ano seguinte começa um pouco antes comigo, já que faço aniversário apenas duas semanas antes da virada do ano (o do calendário). E o saldo do meu 37º ano foi mais que positivo!

Vem 38!

Fisicamente não foi nenhuma maravilha, confesso. Em fevereiro, passei por uma cirurgia que escolhi fazer e, ao me preparar para ela, descobri um probleminha que me levou a uma segunda cirurgia, feita em novembro e da qual agora estou me recuperando (isso para quem nunca tinha ficado internada na vida é muita coisa!).

Entendi que meu corpo esse ano funcionaria mais devagar do que eu desejei e que ele tem o seu próprio tempo para se recuperar destes eventos. Tive uma fase de várias coisas menores e bem chatas (como uma virose de 9 dias que me deixou super mal, mas que um dia foi embora do mesmo jeito que chegou), não pude fazer exercícios em metade deste ano. Engordei, inchei, voltei a sentir dor no joelho e nas costas.

Não por isso eu desisti de cuidar do meu corpo, só não fiquei aflita ao ver que o tempo dele se reestabelecer era simplesmente dele. Tudo isso vai passar no seu devido tempo.

Por outro lado, a cabeça ferveu de tanto trabalhar! Embarquei no Decola Lab (mesmo não tendo concluído – ainda) que me levou à terapia para entender meus fantasmas do passado que me impediam de empreender novamente. Que me levou a fazer uma formação em Consultoria de Estilo, que foca mais nas pessoas do que nas roupas. Toda essa viagem de autoconhecimento me levou até à astrologia, onde descobri que sou uma sagitariana com ascendente em Touro e lua em Sagitário também, sendo muito simplista. Encontrei algumas respostas na Astrologia que só o olhar de uma pessoa de fora poderia me ajudar a ver (assim como tem sido na terapia).

Logo no começo do ano, coloquei o blog novo no ar, nessa casa própria que tanto amo! Lá no começo, a ideia era transformar esse cantinho de entrega super pessoal em algo que me rendesse algum dindin, hoje em dia eu vejo que ele tem que permanecer como super pessoal mesmo pois o que vai me render algum ganho financeiro é o que está para sair do papel em breve.

Por conta dos cursos que fiz (porque também fiz curso de fotografia e de vídeo), conheci muita gente, mesmo vivendo uma fase muito caseira.

Costurei pouco se comparado com os anos anteriores, mas costurei com muito foco e agora tenho um armário handmade que me orgulho demais! A consultoria de estilo me ajudou muito a dar um rumo nos próximos projetos e a tirar do armário as peças que um dia me representaram muito bem, mas que há um tempo tinham virado memórias que costurei um dia e que já não me vestiam mais.

(Este quadrinho que representa tão bem os meus pensamentos me encontrou na última Feira na Rosenbaum)

Tricotei um tanto e aceitei o meu ritmo lento nessa manualidade. Também fiz um tanto de crochê, manualidade que tanto amo e que sempre posso retomar.

Deixei minha cabeça voar tanto quanto julguei necessário (a sagitariana típica, como dizem) e agora está na hora de fincar os pés no chão de novo.

Para os 38, quero me aprimorar no bordado, continuar a terapia, continuar a costurar pouco e de maneira certeira. Continuar a fazer tricô e crochê. Quero continuar a manter o blog com o planejamento e organização que consegui criar e manter desde o ano passado. Quero colocar minhas ideias de negócio em prática, lançar para o mundo a minha visão do handmade com significado. Quero estar com pessoas, que é algo que me faz feliz.

Minha reclusão de eventos, cursos e tudo mais nesses últimos dois anos me fez bem. Eu acho que parei com o ritmo frenético que eu tinha adotado até o final de 2015 pois achava que eu não tinha nada de novo a entregar depois de tanto aprendizado, tinha que sair do meu marasmo e zona de conforto pessoais primeiro. Agora tenho vontade de voltar a colocar a cara na rua, de compartilhar e de receber novidades. Minha cabeça está pronta para isso de novo.

Passei a sentir falta de dias andando pela cidade, conhecendo coisas novas, pessoas novas e lugares novos. Vou me programar para curtir mais tempo fora de casa, seja trabalhando ou não.

Minha cabeça tem ideias borbulhantes como não tinha há muito tempo e agora está na hora de organizá-las e colocá-las em prática. Estou feliz por tudo isso e esperançosa por um bom ano novo.

Que o 38º seja incrível!

37 anos
Eu, pelas lentes da Sharon e a chegada aos 36 anos.
Como foi o Encontrinho do Blog!

Pois bem, por onde começar a contar como foi o primeiro Encontrinho do blog? Foram horas tão gostosas que passaram rapidinho com pessoas muito queridas! Preparamos tudo com muito carinho, vem ver!

O local

Escolhemos o Centro Cultural São Paulo por ser um dos espaços públicos mais legais da cidade, com uma vista linda e, nesses tempos muito quentes, com uma área bem arejada! Ficamos ao lado da horta comunitária, que recebeu um mutirão para a manutenção dela, o que deixou o clima ainda mais gostoso!

(Uma das participantes do mutirão presenteou a nós todos com mudinhas de pimenta, não é demais?)

A decoração

Eu e a Ana reunimos coisas lindas que já tínhamos em casa, boa parte feita por nós mesmas! Quem acompanha o blog há mais tempo provavelmente vai reconhecer algumas das peças! A decoração acabou ficando tão fofa!

Minha Tilda Costureira, bandeirinhas de tecido, cesto com lembrancinhas e toalha xadrez

Tilda Costureira da Ana, bordado com o logo do blog, vasinho forrado com tecido e renda

A decoração toda, bem handmade!

As garotas presentes

Cada presença tão especial! Adoramos poder reencontrar algumas pessoas queridas e conhecer outras que só tinhamos contato pela internet (essa linda)!

É muito amor numa foto!

Os mimos

Para perfumar os tecidos de todo mundo que veio, fizemos sachês de lavanda natural. Meu ateliê ficou perfumado por dias, uma delícia!

Para deixar perfumados os tecidos de todo mundo e longe das traças!

Sachês acomodados no cestinho de vime, com cara de piquenique!

Nós levamos bolo no melhor estilo old school, embrulhadinho individualmente no papel alumínio. Eu já disse que para mim aniversário sem bolo não rola, né?!

Para darmos conta do calorão, bastante água e água de coco em lindos copinhos de papel!

Todo mundo que veio também recebeu um mimo especial da Revista Burda Style: sorteamos 3 sacolas recheadas com revistas e as demais participantes receberam uma revista. Ficamos extremamente felizes de ter a parceria da Burda neste momento tão especial do blog, pois adoramos a publicação há muito tempo!

Teve registro do encontro no meu Insta Stories! Aqui o clique dos brindes da Burda!

Obrigada Renata Ruiz por ter vindo e também pelos brindes que pudemos entregar no encontro!

O “Funcionário do Mês”

Ricardo não apareceu nas fotos justamente porque estava registrando tudo, rs! Mas o marido estava lá também, vivenciando pessoalmente tudo o que ele está habituado a ver virtualmente ao meu lado! Obrigada por tudo, você arrasou!

O único clique do marido, rs!

A Dupla Dinâmica super feliz

Concretizar algo como este encontro significou muito para mim e para a Ana, que estamos aqui há quase 600 posts nestes 4 anos! É muito gratificante encontrar pessoalmente as pessoas que conhecemos por conta do blog e das redes sociais e dividir a nossa alegria da vida costurística e das manualidades!

Conheci a Ana no começo da minha caminhada na costura, em 2011, e tenho certeza que foi um dos grandes presentes que ganhei na vida! Sou muito grata por ter a costura na minha vida e também pessoas tão especiais por perto!

Eu e Ana, sempre juntas, desde 2011!

Nós duas queremos agradecer mais uma vez quem veio e também quem não pôde vir mas que mandou muito carinho para nós! Estamos começando este novo ano de vida do blog com todo o gás! Tem incentivo maior do que receber carinho de quem nos acompanha?

Querem mais?

Enfim, a experiência foi tão gostosa e produtiva que em algum momento vamos repetir! O que acha? Vamos? Queremos sugestões!

Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno