Look do Aniversário: Saia Vivi, da Francine Lacerda!

Olá!
Meu último aniversário foi cheio de comemorações, pois caiu numa 6a feira e então me dei a liberdade de comemorar de 6a até domingo, rs!

No próprio dia 18/12, passei o dia quietinha em casa costurando (vou mostrar o resultado no próximo post, aguarde e confie!) e à noite saí para jantar com o marido em um dos restaurantes que mais gosto. Tudo bem tranquilo para que eu conseguisse dar conta do final de semana todo, hehehe! #realidades

Usei a minha saia Vivi, que fiz na aula da Francine Lacerda (beijo, Fran! Você arrasa!). Ela já tinha sido estreada alguns dias antes, mas não tinha conseguido fotografar (correria de dezembro, sempre a culpada!). Repeti a dose nesse dia com a minha camisa de seda, que apesar de fechadinha, é bem fina, então não passei calor. Fui de tênis mesmo e o toque final da produção foi o broche para colocar no botão da camisa, que comprei na Montageart, super especial e diferente!

Vendo o look todo, me fez lembrar daqueles looks de escritório dos filmes americanos dos anos 80, você não acha? Eu gostei bastante de inverter a ordem das quase que automáticas cores claras em cima e escuras embaixo!
Voltando à saia, a modelagem da Fran ficou ótima em mim, o detalhe da prega macho na frente dá um toque especial à peça, assim como os bolsos! Fiz todos os acabamentos à mão (na barra e no cós) com pontos invisíveis e o zíper invisível ficou perfeito (vou fazer um post sobre esse assunto em breve).

Cumprindo minha meta de vestir mais amarelo/mostarda!

Esse tecido é uma graça! Fiquei feliz de ter feito esta saia com ele!

As duas peças são estampadas e as estampas conversam bem entre si por terem toques de azul e serem miudinhas, eu achei que ficou fofo! Já usei esta saia com camiseta branca listrada de azul e ficou uma graça!

A fase do cabelo bem branquinho foi curta, mas eu amei!

Saia evasê: Tecido de algodão da La Droguerie (Paris), molde da Saia Vivi, costurada na aula da Francine Lacerda (mais informações aqui).
Camisa: Crepe de seda Liberty (Londres), botões vintage Superziper, modelagem da camisa feita por mim.
Broche: Montageart

Tênis: Adidas

Gostou? Eu adorei!
Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Eu, pelas lentes da Sharon e a chegada aos 36 anos.

Olá!
Hoje inicio mais um ciclo da minha vida, chego aos 36 anos. Que ano longo, apesar de ter a mesma quantidade de dias que os demais! Este ano da minha vida, assim como 2015 inteiro, pode ser resumido em uma palavra: intenso.

Intenso tanto para o bem (viajar, abrir minha empresa, voltar a trabalhar, costurar bastante, tricotar, emagrecer, mudar o cabelo, etc) quanto para o mal (o Astor adoecer e falecer poucos meses depois, ter problemas de concentração e cansaço mental frequente).

O dia em que a Sharon veio me fotografar também foi muito intenso para mim, mas nesse dia em especial eu senti uma paz tão grande, uma tranquilidade incrível… Algo que só poderia sentir por estar bem comigo mesma, por estar vivendo harmoniosamente na minha própria pele, sabe? Eu acho que a minha jornada na casa dos 30 anos é esta e provavelmente não vai acabar.

Olhar no espelho e gostar do que vê é só o reflexo. Naquele dia eu estava me sentindo linda, mesmo com a pancinha, com a mancha na testa que alguns tratamentos dermatológicos não removeram, com o cabelo ainda muito amarelado do processo da descoloração total, com o habitual esmalte preto nas unhas meio detonado.

Tinha tudo isso acontecendo e ainda assim eu estava me sentindo linda. Porque eu via naquelas imagens prévias na câmera que ali estava eu mesma. E Sharon sabe como ninguém captar isso. Com ela eu não me preocupo com nada, nem mesmo com a minha pancinha (pronto, entreguei minha cisma das fotos de look do dia, hehehe).

Que bom que não esperei que os quilos que faltam perder já tivessem ido embora, que o cabelo estivesse na cor “ideal”, que meu ateliê já estivesse totalmente arrumado e com cortina. E curti muito a preparação para estas horas deliciosas, fazendo um vestido novo, escolhendo vestir também um macacão que adoro, fazendo o bordado para a porta do ateliê.

Eu estava em paz, mesmo que esse ano para mim esteja sendo difícil, principalmente pela perda do meu Astor. Eu estava feliz, eu estava me sentindo linda e vi que meus defeitos também fazem parte do que eu sou. É só não deixá-los serem maiores que os meus valores (porque o que vale mesmo é o que vem de dentro, né?!).

Uma das coisas que eu tenho como uma “filosofia de vida” é não passar vontade, por isso mesmo mudei meu cabelo, me visto como bem entendo e tomo as minhas decisões sem pensar muito no que os outros vão achar.

O meu otimismo habitual se sobrepôs a tanta coisa difícil desde ano e também ao cansaço. Resolvi desacelerar esta semana e vou comemorar o meu aniversário como se deve: com a minha família e amigos por perto. Vendo o tanto que os 35 foram conturbados, eu quero apenas que os 36 sejam bons e calmos, só isso.

Agora vamos ao presentão que chegou aqui em casa esta semana, as fotos maravilhosas de Sharon que mostram a Katia costureira, tricoteira, que tem num ateliê pequeno mas cheio de amor, a mãe saudosa do Astor e mãe babona do Luke. A pessoa que vive de batom colorido e de vestido estampado com tênis. Em constante transformação, felizmente!

Sha, obrigada por deixar o meu dia mais especial!

E beijos para todo mundo que passa sempre por aqui!

A volta às costuras depois de um ano
Um novo armário handmade para uma nova fase
2 anos do Blog – Meus posts e projetos favoritos!

Olá!
Quando o blog completou um ano, eu fiz uma retrospectiva em três partes de todos os projetos que eu tinha feito até então (aqui, aqui e aqui). Foi uma delícia repassar tudo isso no ano passado, mas deu um trabalhão também, hahaha!

Como eu fui praticamente atropelada por estes primeiros meses de 2015, eu não consegui repetir este feito, então eu resolvi escolher meus projetos favoritos em cada assunto. Até porque a Ana também passou a deixar sua marca aqui no blog também e fazer minha retrospectiva e a dela talvez deixasse a retrospectiva longa demais.
Então, puxando da memória rapidinho, aqui estão os projetos deste último ano que ganharam meu coração (olha, foi difícil escolher só um, rs!)

1. Projetos sem costura – Divinos em Crochê para o Batizado do Marco Antonio

Porque tem crochê, porque era uma ocasião especial e porque é relacionado à minha família!

2. Roupas feitas em casa – Jaqueta Bomber Quiltada

Eu fiz um monte de vestidos e outras peças de roupa muito legais, mas o meu xodó mais recente é a minha jaqueta bomber quiltada!

3. Projetos feitos em casa, para a casa – Manta para o sofá em Patchwork

Aproveitando para costurar um pouco em alemão, é um projeto que eu não canso de olhar!

4. Projetos das aulas de Patchwork – Kit para ateliê de costura

Meu cantinho ficou tão lindo com a capa para a máquina de costura, a base para a máquina, três peças organizadoras lindas para pendurar, lixinho de mesa, alfineteiro com lixinho e cesto para materiais!

5. Presentes – Colcha em Patchwork e bordados em Sashiko do Noah

Presentear o Noah com uma colcha cheia de significado foi especial!

6. Roupas feitas nas Aulas de Corte e Costura – Capa de lã

Foi o último projeto que eu fiz com a Lurdes e provavelmente o mais complexo deles. Daquelas peças para usar o resto da vida!

7. Costuras “vapt-vupt”– Alpargata

Foi tão legal costurar um par de alpargatas que recentemente eu fiz mais um (e tenho material para um terceiro par guardadinho)

Tenho mais duas coisas especiais para destacar sobre este 2o ano do blog:

Os posts de viagem com costura, pois juntam duas das coisas que eu mais amo na vida e no ano passado eu consegui viajar bastante! (Aguarde que tem mais post de viagem com costura por aí!)

Os posts de look do dia, porque costurar é bom, mas usar (e muito!) o que a gente mesma faz é ainda melhor! (Para ver todos os posts com esta tag, clique aqui)

Nossa, que delícia relembrar com vocês momentos especiais deste ano tão produtivo!
Obrigada e que venha mais um ano de boas costuras para todos nós!
Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno