Meu ateliê – a reforma

Olá!

Faz tempo que eu conto no blog que minha casa estava passando por uma grande reforma. Fizemos uma parte externa no ano passado, uma parte interna no começo deste ano e em julho chegamos finalmente na pintura.

Reformar e, principalmente, pintar a casa morando nela é uma baita aventura, mas é algo que eventualmente vai acontecer na nossa vida, né?! Há alguns dias, o momento de tirar tudo do meu quartinho de costura para poder dar uma geral nele chegou.

Meu quartinho de costura nasceu entre um tanto de planejamento e um tanto de improviso. O cômodo foi imaginado inicialmente para ser um escritório, por isso a mesa em “L” e as persianas metálicas. Como um dia ele poderia virar um quarto de bebê (por ser pertinho do meu quarto e tal, mas não virou, rs!), um armário para guardar as nossas coisas foi feito, pensando na possibilidade de transformá-lo em um guardarroupas depois.

Com estas peças já existentes, fui ajeitando meu quartinho de costuras, pois a persiana e os móveis eram muito bons para serem descartados.

Para deixá-lo com cara de quarto de costura, vieram as prateleiras onde deixo meus livros queridos (boa parte de costura, moda e afins) e aviamentos. Veio também a mesa para corte, com uma prateleira para guardar os tecidos em suas respectivas caixas. Há um tempo notei que pedi para fazer a mesa alta demais, logo conto mais sobre isso.
Embaixo da mesa onde ficam as máquinas de costura, sempre ficaram uma infinidade de coisas que não tinham lugar em outros cômodos da casa, por isso fiz uma cortininha para esconder tudo. A cortina ficou uma graça, mas não conseguir colocar as pernas direitinho embaixo da mesa para costurar não estava nada legal.

E desse jeito eu trabalhei muito no meu quartinho nos últimos tempos, entre móveis legais e arrumações não tão legais.

Eu e o marido levamos algumas horas para esvaziar o cômodo para a reforma, lotamos a sala de caixas (sendo que a sala é muito maior que o quartinho). Fiquei abismada com a quantidade de coisas!

Agora vai!

O que foi feito:
– Instalação de ar condicionado (um sonho realizado em janeiro, viva!)
– Remoção da persiana
– Pintura da janela
– Remoção das bolinhas douradas e “lousa” de papel contact
– Remoção de todos os pregos e cobetura dos buracos
– Reparos na parede e pintura
– Conserto do gesso que tinha quebrado na época da instalação do armário
– Recolocar o rodapé que tinha sido retirado na época da instalação do armário
– Diminuição da altura da mesa de corte

Parece tão pouca coisa (se excluir o ar condicionado) mas deu o seu trabalho. Foi bom ver o cômodo todo vazio e todo branquinho, me deixou com a sensação de ter uma nova tela em branco para começar uma nova etapa da minha histórias com as costuras: eliminar os improvisos e transformar o pequeno espaço em um ateliê de verdade, com tudo o que eu preciso à mão e o que for pessoal guardado em outro lugar.

Pronto para uma nova etapa de costuras!

Depois de uma faxina final, lá fomos nós colocar as coisas todas de volta. Voltaram os livros e os aviamentos da prateleira superior, voltaram as máquinas de costura, voltaram as caixas de tecidos e os moldes, voltaram as ferramentas como tesouras e etc.

Juro que depois de guardar “só” isso, não queria colocar mais nada no ateliê. Ele estava mais espaçoso, claro e agradável. Mas ainda tinha um monte de coisas na sala.

Aí veio a faxina, lá na sala mesmo. Um monte de coisas não voltou para o ateliê e isso foi libertador. Ainda estou ajeitando tudo que resolvi que voltaria, mas esse assunto de organização ficará para um próximo post, ok?

Beijos!

Top Posts de 2015!
Eu, pelas lentes da Sharon e a chegada aos 36 anos.
Costuras da Semana!

Olá!

Antes de mais nada, queria dividir com você que sempre está por aqui o quanto eu fico incomodada por não conseguir manter o ritmo dos posts ultimamente. Junho foi um mês bem puxado e julho está sendo mais ainda! Tenho uma lista de assuntos que quero que virem posts mas o tempo realmente está escasso. Se não consigo preparar o post com a atenção e o carinho costumeiros, acabo não fazendo. Ainda assim, eu e a Ana estamos trabalhando para manter nosso querido bloguinho sempre funcionando, esperamos que estejam gostando dos posts!

Bom, isso tudo foi também para introduzir que na última semana o bicho pegou na reforma. Uma poeira absurda tomou conta da minha casa inteira, rs! Não dava para costurar com tanto pó…

Meu ateliê versão 2.0 está tomando forma e isso também consumiu o meu tempo. Logo estará em condições de mostrar!

Já que não dava para costurar, continuei a fazer meu tricôzinho. Terminei os dois lados da blusa!

Ainda faltam as mangas e a gola, não vejo a hora de terminar!

Na aula de Patch aprendi a fazer o quilt livre, chamado também de “caminho de bêbado”. Confesso que fugia dos projetos que tinham esse quilt, mas dessa vez mestra Tati me encurralou, hehehe! Foi meio tenso, mas escolhi uma linha bem da cor do tecido para disfarçar as imperfeições (#truques).

Agora vamos para a montagem da peça de fato!

Até chegar o fim de semana, não tinha costurado nada em casa já que não tinha como. Aí na 5a feira, limpei um pouco o ateliê e corri para concluir um projeto muito importante: preparar cobertores para os animais abrigados lá na Uipa (União Internacional de Proteção aos Animais).

Todo ano eu levo um tanto deles para ajudar os bichinhos de lá, é sempre muito gratificante poder usar algo que a gente sabe fazer para ajudar

Fiz um post sobre a entidade no ano passado, é este aqui.

Na 6a feira eu consegui iniciar meu tão sonhado macacão jeans! Ano passado eu quis muito comprar um e não consegui (até falei um pouco sobre isso aqui). Neste ano, com molde e jeans em mãos estou fazendo um para usar ainda no inverno! (#oremos)

O curso de modelagem voltou neste sábado e estamos desenvolvendo uma saia com base na observação de uma peça pronta ou foto. A minha é uma saia reta bem incrementada e semana que vem será costurada. Fazer a modelagem dela foi um belo desafio, adorei!

Desafios de modelagem, eu curto!

Ufa! Por enquanto é isso!
Beijos e boas costuras!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Costuras da Semana!

Olá!

A semana foi devagar em relação à produção em casa por conta da reforma, aí eu aproveitei a hora do “modo gincana” de cada dia para continuar a minha blusa de tricô. Não fotografei pois apenas continuei a fazer o outro lado da blusa. Assim que terminar os dois lados (frente e costas) eu mostro!

Graças a Deus que eu tinha a aula de Patchwork para eu conseguir costurar! Entre a aula e uma lição de casa, a parte do Foundation ficou pronta e eu adorei!

Em breve farei posts mais detalhados sobre a reforma e como estou reorganizando cada parte do meu ateliê. Mas, por enquanto, mostro o espaço vazio e pintadinho!

Praticamente uma tela em branco, pronta para receber uma nova etapa das minhas costuras!

No fim de semana comecei a mudança de volta e eu só devo voltar a costurar em casa quando organizar tudo. Isso se eu aguentar, né?! Hehehe!

Por enquanto é isso!
Beijos e boas costuras!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
5 Anos de Blog – Minha Manta de Retalhos está de volta!
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno