Meu ateliê – Cortinas novas!

Olá!

Aqui em casa, depois da parte “grossa” da reforma, estamos ajeitando um cômodo de cada vez. Estou dando uma atenção para a renovação do meu quarto, para deixá-lo com cores mais neutras e mais modernas. Há alguns dias, a cortina nova do quarto foi instalada e aproveitei que o rapaz que faz isso também cuida da manutenção das outras peças e mandei para consertar e limpar as cortinas da sala e da sala de TV. Ou seja, o assunto cortina estava todo providenciado quase que de uma vez só, uma maravilha!

O quase é por conta das cortinas do ateliê, que eu deixaria para pensar quando terminasse de fazer tudo o que queria no meu quarto. Mas a empolgação de resolver esse assunto para a casa toda me deu um gás para colocar a mão na massa e resolver as cortinas do ateliê também.

Antes da reforma, o ateliê tinha persianas metálicas, bem com cara de escritório. Quando retiramos para pintar o ateliê, resolvi que colocaria cortinas de tecido, para deixar o ambiente mais aconchegante. Inicialmente eu iria fazer cortinas de patchwork com retalhos temáticos de costuras mas estou gostando tanto do ambiente todo branquinho que comprei um varão novo branco e aproveitei as cortinas do quarto, que estavam muito boas ainda, para o ateliê.

Queria que elas ficassem bem esticadinhas quando fechadas, assim não vão atrapalhar quando eu precisar jogar algum tecido lá atrás, no vão entre a mesa de corte e a parede. Então tirei um pouco de cada lateral e deixei mais curta também, terminando cerca de 15cm abaixo da janela.

Aqui o ateliê com as cortinas prontinhas!

Confesso que achei que agora bateu a sensação de que o ateliê ficou menor do que já é (rs), mas por outro lado deixou o ambiente mais aconchegante e também tenho alguma privacidade sem ter que ficar com as janelas fechadas!

Mais uma etapa do ateliê novo concluída, estou muito feliz!
Beijos!

Craft Hour da Primavera de 83 e um bordado pro cantinho do café!
Uma nova sala, com almofadas e pufes renovados por mim!
Um tecido e várias costuras “vapt-vupt”

Olá

Hoje é dia de contar sobre um bocado de costuras vapt-vupt que eu fiz praticamente de uma vez só com 2 metros de linho de estampa florida.
Em um dia inspirado de dezembro, pertinho do Natal, eu saquei o linho lindo que estava guardado e fiz várias coisas com ele no mesmo dia. Tecido que a gente ama é assim, não pode ter dó de usar e tem que usar até o último centímetro.

Primeiro eu fiz vários sachês de lavanda para espalhar pelo guardarroupas, no baú onde ficam roupas de cama, nas gavetas em que guardo toalhas de mesa, jogos americanos e panos de prato, nas minhas caixas de tecido. A lavanda, além de perfumar, ajuda a manter as traças longe das roupas, não é ótimo?! Só não fiz mais porque a manta acrílica que eu estava usando para deixar este aspecto fofinho acabou…
Cortei os retângulos com a mesma altura, a largura eu ia medindo conforme o retalho permitia. Eu tinha uma faixa irregular da largura do tecido, que saiu depois de acertá-lo para fazer os projetos seguintes.

Coloquei um pedaço de manta acrílica um pouquinho menor que o tecido e costurei em volta, no direito mesmo. A parte de cima ficava aberta para colocar a lavanda (uma colher de sobremesa rasa em cada sachê) e a fita de cetim. Fechava o sachê com uma última costura e estava pronto! A fita eu resolvi colocar para poder pendurar, por exemplo, em alguns cabides.

Terminados os sachês (quero fazer mais!) cortei uma tira de 7cm de altura com a largura do tecido e montei, a olho, um seminole com um tecido vermelho para fazer uma toalhinha de bandeja. A bandeja é um xodó meu e deixo em cima dela minhas garrafinhas, uma moringa e uns enfeites.
Só digo uma coisa: fazer patchwork “a olho” não é nada recomendável, viu?! Acho que acabei fazendo assim pois estava adorando o embalo que peguei fazendo os sachês, rs!

Enfim, os quadradinhos em seminole saíram, mas a toalhinha ficou pequena e os quadrinhos poderiam ter sido melhor dimensionados se eu tivesse feito o cálculo necessário. Enfim, para preencher o que faltou, comecei a fazer uma borda de crochê no mesmo dia e terminei na semana passada.

Frente

Verso

Em uso

E os restinhos do seminole? Eu tinha gostado tanto da combinação que fiquei com dó de descartar.

Saíram então um porta-copos e um futuro alfineteiro (acabou meu plumante também, rs).

Aí, com alguns cálculos em mãos, o projeto principal do tecido: fazer cortinas daquelas que são usadas para fechar armários de cozinha, para colocar na parte de baixo da mesa onde fica a Novinha. As cortinas vão cumprir três funções: embelezar o quartinho, deixar a mesa com menos cara de mesa de escritório (o que ela já foi, aliás) e esconder a tralha que fica aparecendo lá embaixo, rs.

Fiz toda a costura das quatro peças das cortinas em dezembro. Semana passada fiz a armação, medi, fiz a barra final e instalei no lugar. O quartinho ficou com outra cara, dá gosto de ver!!

Depois desse monte de coisas, ainda sobraram cerca de 40cm de tecido, acredita?

Cortei mais algumas tiras e fiz com elas um Log Cabin lindo que virou capa de almofada e também o viés que deu acabamento para ela. Eu adorei

Como ainda sobraram uns 30cm do linho, eu devo deixar para usar nas aulas de Patchwork, além de fazer mais sachês de lavanda…

Quando mais produções com ele acontecerem, eu mostro!

Fiquei muito feliz com tanto resultado bom!

Beijos!

Uma nova sala, com almofadas e pufes renovados por mim!
5 Anos de Blog – Minha Manta de Retalhos está de volta!
Costuras da Semana!

Olá!

Acredito que todo mundo esteja na correria por conta das festas de fim de ano, né?!
Por aqui também está corrido, pois fiz presentes para a família nesse Natal (semana que vem vai acabar o suspense, já que vou poder mostrar!) e dediquei um tempo para fazer algumas coisas de casa.

Na reta final dos presentes de Natal, muito plumante!

Na 4a feira passada eu fiz aniversário e me dei de presente uma saia godê com tecido de pêras e acabamento em rendinha de algodão. Eu contei como foi o meu dia aqui.

Auto-presente de aniversário!

No final de semana terminei e embrulhei todos os presentes, usei uma embalagem que aprendi a fazer nos tempos de adolescente, em que eu trabalhei no bazar do bairro dos meus pais. Amanhã vou colocar um passo-a-passo, para dar uma forcinha para quem ainda não terminou de empacotar os presentes de Natal. (Opa! Consegui adiantar! O post é este aqui!)

Fiz alguns consertos rapidinhos e separei um linho que está esperando faz tempo para uns projetos para o meu quartinho de costura e para a casa. No fim das contas, 2 metros de linho com estampa florida viraram sachês de lavanda, toalhinha para bandeja, os restinhos viraram porta-copos e um futuro alfineteiro e ainda sobrou uns 40cm. Vou contar nesta semana ainda como foi o dia da multiplicação do linho, rs!

Começo das costuras vapt-vupt com o linho estampado: sachês de lavanda!

Semana festiva e curta, espero que você desacelere da correria de dezembro e curta bastante!

Beijos e boas costuras!

5 Anos de Blog – Minha Manta de Retalhos está de volta!
Como fazer toalhas de mesa!
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno