Minha loja de tecidos favorita do Brás e as novas estampas digitais

Olá!
Como toda costureira que se preze, sou doida pelo Brás! Lá é uma espécie de paraíso, onde a gente encontra um monte de riquezinhas a preços realmente muito bons.

E claro, já conhecemos muitos textos sobre onde comprar, que tipo de tecido encontramos, etc.
O que ainda não falei foi da minha loja favorita: a Swiss Tecidos. Quem me indicou foi a Pat (Patricia Cardoso, minha primeira professora de costura e que postou um guia sobre o Brás aqui) e, desde a primeira vez que estive lá, me apaixonei.

O que me agrada demais nessa loja é que sempre encontramos estampas diferentes, muito bonitas e baratas. A loja é especializada em tecidos de algodão estampado e tem uma variedade muito grande.

Gosto da Swiss porque, muitas vezes ao comprar algodão para roupinhas da Julia em outras lojas, vejo a mesma estampa por todo lado a ponto de ficar enjoada do projeto antes mesmo dele ficar pronto. Convenhamos: é muito, mas muito, muito chato você caprichar a beça em um projeto e encontrar a estampa por todos os lugares… parece até uniforme escolar.

E lá na Swiss eu sempre me surpreendo com as estampas. Além disso a qualidade do algodão é muito boa e geralmente a estampa também é. Digo geralmente porque já comprei alguns cortes onde a estampa é bastante carregada e o tecido fica até grosseiro de tanta tinta que leva. Geralmente esses tecidos não ficam legais após algumas lavagens e isso já me aconteceu com tecidos da Swiss.

Outra grande vantagem é o preço… não é o mais barato do Brás, mas levando em consideração a variedade e beleza das estampas e a qualidade da maior parte dos tecidos, a Swiss fica em primeiro lugar no meu coração. Quando penso em um projeto novo ou estou com vontade de ver tecidos novos para começar a criar um novo trabalho é na Swiss que eu penso!

Loja Virtual

Além da loja física, que fica na Almirante Barroso (no número 588) tem a loja virtual, que tem outro nome, não me perguntem porque: a Ponto X tecidos. A vantagem é que de qualquer lugar do Brasil você pode ter acesso a essas riquezas que eles vendem e pelo mesmo preço! A desvantagem é claro, que você não vê o tecido ao vivo, o que para mim faz bastante diferença, porque gosto de sentir na mão o tecido antes de comprar e que você terá que pagar frete pela entrega, o que encarece um pouco seu projeto.

Estampas Digitais

Recentemente estive na loja e eles começaram a fazer estampas digitais, cujo processo nada mais é que “imprimir” imagens digitais diretamente no tecido. A vantagem desse processo é que a empresa pode produzir uma imensidão de diferentes estampas com uma definição muito melhor. Além disso, os desenhos são muito mais bonitos, modernos e a qualidade é bastante boa (não fica carregado como nas estampas que falei agora pouco).

Eu fiquei doida com as novas impressões digitais que encontrei lá e, apesar de ser um pouco mais cara que a estamparia tradicional, não resisti e trouxe quatro delas para meus projetos.

O primeiro deles foi esse vestidinho que fiz para a Julia. O modelo já é velho conhecido de vocês, mas quando quero valorizar a estampa e fazer uma peça prática, sempre recorro a ele e não tem erro! A Julia adora, e eu fico super feliz!

Detalhe para os botõezinhos de madeira em forma de cogumelo nos ombros: uma fofura!!!

Trouxe também uma estampa bem parecida de renas, uma de Chapeuzinho Vermelho e uma da Alice no País das Maravilhas (Fali, né?).

Quer ficar feliz? Fazer uma tecidoterapia? A Swiss ou sua versão virtual é uma boa pedida!

Beijoca,
Ana

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Compras na loja virtual da Maximus Tecidos Finos!

Olá!
Ultimamente eu tenho visitado pouco as lojas de tecido. Quando vou é porque preciso de algo específico que eu não tenho em casa. Dependendo do material que preciso comprar, normalmente já sei que loja visitar. Isso ajuda muito a organizar o meu tempo, mesmo que eu curta muito uma visita à loja, onde posso ver e tocar os tecidos, é sempre muito gostoso!

Acho que até por estar em São Paulo, com um bom tanto de lojas de tecido, não costumo comprar pela internet. Acabo visitando as lojas pessoalmente, até porque algumas das minhas lojas preferidas aqui em SP não possuem loja virtual.

Há alguns dias recebi uma proposta irresistível e irrecusável: conhecer uma loja nova de tecidos! A Maximus Tecidos Finos é de Toledo (no Paraná) e conta com uma loja virtual que atende todo o Brasil.

Uma das especialidades da Maximus é ter uma boa variedade de tecidos para moda festa e para vestidos de noiva, não é muito legal? Quando eu precisar de um tecido mais especial, para uma ocasião festiva, certamente farei uma busca por lá!

Funcionalidades

Logo de cara já gostei do visual da loja. As fotos dos tecidos têm a opção de zoom, para conferirmos os detalhes. Ao entrar no detalhe de um tecido você pode ver a composição dele e, mais abaixo, detalhes sobre o tecido e dicas para costurá-lo.

Ao lado de onde você coloca a quantidade que deseja comprar, há um botão de “saiba quantos metros você precisa”. Ao clicar, você tem uma tabela com vários tipos de peça e tamanhos para ajudar a calcular a quantidade.

Quando escolhi meus tecidos usei esta tabela, pois os modelos ainda estão sendo desenvolvidos. Achei ótimo!

Para encontrar o crepe que eu queria, contei com a ajuda da Sandra, que me atendeu super bem através do chat (no canto esquerdo inferior da tela). Se a quantidade que você precisa comprar não estiver disponível, o site logo indica, então não tem erro de dar falta depois.

O pagamento pode ser feito com boleto, cartão de crédito ou transferência bancária. Se a forma de envio for pelos correios, a Maximus envia o código de rastreamento para poder acompanhar a entrega. Para quem estiver pertinho, há a opção de retirar na própria loja.

A Maximus tem canal no YouTube, blog, Instagram, fanpage no Facebook, entre outros canais. Fica bem fácil ficar sabendo das novidades! O que eu mais gostei é que eu não conheço outra loja nacional de tecidos que esteja investindo desta forma em comunicação e conteúdo tanto para quem costura quanto para os clientes finais. Foi o que mais me chamou a atenção, além dos lindos tecidos, lógico!

Minhas escolhas
Como contei acima, escolhi tecidos para os próximos projetos de calça que quero desenvolver a tempo de usar no Outono/Inverno.

Primeiro escolhi um tecido composto em sua maioria por algodão, com efeito de camurça e estampa de pied de poule preta e cinza. Vou fazer com ele uma calça cigarrette, provavelmente com bolsos.

O segundo tecido escolhido foi um crepe nuage, 100% poliéster, na cor bordô. Este vai virar uma pantalona leve.

Recebi, junto com a apresentação da empresa e também junto com o meu pedido alguns mimos muito legais.

Revistas Maximus Noivas (também dá para baixar), com muitas dicas e editoriais bem caprichados.

Agenda para registrar todos os detalhes dos projetos (com direito a croqui!). Fita métrica em forma de trena, super prática.

Eu fiquei encantada com a agenda, estava pensando em procurar algo do tipo para registrar e organizar meus projetos, parece que adivinharam, rs!Assim que as peças ficarem prontas, virão rapidinho aqui para o blog, não vejo a hora.

Agradeço à Maximus pelo convite, gostei muito dos tecidos recebidos e do atendimento. Voltarei com certeza

*Post publicitário. Recebi os tecidos da loja da Maximus Tecidos Finos como cortesia, a convite da própria empresa. As imagens, opiniões e comentários deste post são pessoais.

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Viagem com Costura: Boas (e poucas) compras na Califórnia!

Olá!

Finalmente vou encerrar meus posts de férias! Tem bastante coisa acontecendo aqui ao mesmo tempo, mas estou fazendo o possível para contar o quanto antes aqui no blog. Já fiz alguns posts sobre as minhas férias, com a estreia de duas peças (aqui e aqui), com looks velhos conhecidos do blog e também fora dele (aqui) e, por fim, venho mostrar o que comprei na viagem. Comprei pouco e comprei bem!

Revistas

Eu tinha a curiosidade de ver as revistas americanas sobre costura. Comprei duas numa banca do bairro onde eu estava hospedada em San Francisco, elas são bem diferentes do que estamos acostumados a ver em nossas bancas:

Vogue Patterns e Threads.

Na Vogue Patterns, o conteúdo é sobre os moldes oferecidos pela empresa de moldes McCall, mas não há nenhum modelo encartado na revista. Algumas matérias interessantes complementam o tema de costura de roupas.

Tutorial detalhado para fazer um modelo de trench coat.

Matéria especial sobre mangas, como alterar a modelagem conforme a necessidade. Achei interessante, pois serve para qualquer molde de mangas/cavas.

Um dos editoriais, com peças feitas com moldes da publicação, voltado para a primavera.

No final da revista, um guia para encontrar os moldes relacionados na edição, com informações de preços (cada “pacote” vendido por pelo menos 30 dólares).

A revista Threads possui diversas matérias relacionadas ao universo da costura de roupas, também não possui nenhum molde encartado.

Na revista Threads, uma matéria sobre tecidos que produzem bons efeitos quando desfiados, como o tweed.

Uma seção interessante, de moldes de empresas diversas que foram testados e avaliados pela publicação.

Matéria muito interessante sobre ferramentas para passar, abrir costuras e afins, do básico “tem que ter” até opções bem específicas!

Eu adorei conhecer estas publicações e os temas são muito pertinentes para quem quer costurar roupas!

Tecidos

Fiz uma visita relâmpago (realmente com o tempo contado) à Britex Fabrics, em San Francisco, com o propósito de encontrar algo que preenchesse algum item da lista de projetos que estivesse sem tecido para fazê-lo. Encontrei a malha para o vestido Wren (sim, aquele molde que me fez refletir sobre o melhor uso do meu dindin, contei neste post) e mais uma outra que pretendo usar num vestido envelope bem clássico, como os Wrap Dresses da Diane Von Furstemberg.

Britex Fabrics, um sonho de loja!

Jersey de Raion marinho com estampa delicadinha de quadrados/retângulos, já virou um Wren dress!

Jersey de viscose, de origem italiana, que um dia vai virar um vestido envelope!

Dedais

Em nossa viagem de carro de San Francisco até Los Angeles, comprei um dedal com o mapa da California na cidade de Monterrey e um outro de Hollywood lá em LA.

Ah, preciso fazer uma menção honrosa ao dedal de Lisboa que meu irmão trouxe para mim quando ele esteve lá recentemente! Não é um amor?!

Boas compras

Diferente de outros tempos em que eu ficava enlouquecida com compras em lojas de tecido em lugares novos, desta vez eu só visitei uma loja, já conhecida, com foco em comprar algo que quero usar logo. Assim o investimento é certeiro! Estou feliz com as compras feitas!

Beijos!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno