Look do dia: Top Cropped!

Olá!

Uma das peças que eu queria muito fazer desde que vi pela primeira vez foi esse top cropped. O modelo Astoria está na revista Seamwork de abril e chamou minha atenção de cara por ser curto, mas não curto o suficiente para mostrar a barriga. Ele combinava lindamente com uma saia levinha e rodada, que está na mesma edição.

Na mesma hora resolvi que queria ter um top desses, de moletom, como vi na modelo. Mas antes de comprar o moletom cinza mescla super básico eu encontrei essa malha maravilhosa na Dona Dani. Então resolvi fazer dois, rs!

Uma questão que estou procurando resolver no meu armário é que eu tenho várias camisetas, vários casaquinhos (que estou enjoada deles, aliás) e depois são só casacos mais pesados. Não tenho quase nada mais quentinho que não seja casaquinho, que não seja blusa aberta, por isso a produção recente de blusas de manga comprida ou 3/4.

A malha que comprei na Dona Dani chama-se Suit Wall (composta por 55% Viscose, 24% Poliamida, 18% Poliéster e 3% Elastano), tem essa estampa gráfica bem pequena e um leve brilho na parte cinza. Imaginei uma blusa mais arrumadinha com ela, por isso as mangas compridas.

A blusa veste super bem, mas fica bem justa no corpo. Então achei que seria uma boa usar com partes de baixo mais amplas, com cintura alta (por motivos óbvios de não mostrar a barriga existente, rs). O que eu achei mais legal é que este é um tipo de roupa que eu não imaginava que queria usar. A blusa acabou sendo interessante exatamente por acabar na linha da cintura e não acima. Assim, nada que eu não queira vai aparecer!

Depois de contar o raciocínio todo por trás da blusa, vamos ao look?

Top Cropped: Malha Suit Wall comprada na loja Dona Dani (SP), molde Astoria da revista Seamwork de abril/2015 (EUA).
Saia plissada: American Apparel
Bota: Luisa Perea
Anel: Camila Klein
Batom: Berry Noir (Contem 1g)

Dias depois, combinei o top com uma saia godê de algodão levinho. Esta saia andava parada por não ter uma blusa que disfarce o cós dela que não é muito bonito. Eu fiz alguma coisa de errado nela e não deu para colocar um cós bonitinho e zíper. Aí apelei para o elástico, mas não ficou o cós mais bonito do mundo. Não é que essa blusa resolveu direitinho? E eu adorei combinar com tênis!

Top Cropped: Malha Suit Wall comprada na loja Dona Dani (SP), molde Astoria da revista Seamwork de abril/2015 (EUA).
Saia godê: tecido de algodão Liberty (Londres), renda de algodão Tissus Reine (Paris)
Tênis: Nike

Estou muito feliz por ter feito esta blusa! Gostou?
Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Costuras da Semana!

Olá!

Esta semana foi meio atrapalhada em vários sentidos, mas as costuras andaram lindamente por aqui para compensar, oba!

Na aula de Partchwork terminamos a carteira. Ficou com um tamanho muito bom, além de ter ficado uma graça! Amanhã vamos fazer o último projeto do conjunto, que é a bolsinha para celular.

Pronta!

Detalhe do Flying Geese do lado de fora.

Detalhe do Flying Geese do lado de fora.

Dentro: Bolsinho central para moedas e à direita tem porta cartões.

Dentro: à esquerda têm dois bolsos para as notas.

À partir da semana que vem trocarei de turma e de horário para iniciar o próximo bimestre com projetos para o ateliê. Estou ansiosa para conhecer minhas novas colegas e também já estou com saudades antecipadas das queridas companheiras com quem convivo há um tempão!

No meio da confusão toda (cheguei a perder a primeira prova de alemão do ano, para dar uma ideia), lá fui eu fazer o vestido Monetta. Costurei toda a parte de cima na máquina, já que é forrada e os acabamentos ficam embutidos. A parte de baixo foi feita com a ajuda da overloque e a barra costurada com agulha dupla.

As duas máquinas costuraram lindamente esse jersey que trouxe de Paris no ano passado, adoro quando a costura rende e nenhuma das máquinas (nem eu) empacam com tecidos diferentes!

Pronto!

Arrisquei fazer um tamanho menor e acho que me dei bem, ficou certinho no corpo. Achei bem parecido com o modo de fazer do Myrtle na parte de cima, já que o próprio forro já dá um acabamento. A parte do elástico foi até fácil, ufa!

Parte de cima forrada, ajuda a não ter transparência e ainda deixa o acabamento bem bonito!

Gola redondinha, detalhe fofo.

O que eu achei mais bonito foi o detalhe da gola nas costas, com duas pontinhas que se sobrepõem, uma graça!

Terminei o vestido na 6a feira e no sábado já fui estrear no Lollapalooza. Logo eu mostro por aqui!

Por enquanto é isso!

Beijos e boas costuras!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Look do dia – Tudo azul!

Olá!

Sim, o look que me inspirou a começar os posts de look do dia aqui no blog está de volta em detalhes! Eu lembro bem do dia que usei esta combinação pela primeira vez e me senti bonita com ela. Sabia que eu não demoraria a usar de novo e certamente será repetida em outras oportunidades.

Eu amo azul em todas as suas tonalidades, para mim funciona como uma cor básica, assim como o preto funciona para muitas pessoas. Se estou sem ideias, vou de azul. Se não quero arriscar, vou de azul e se quero arriscar uma combinação nova também vou de azul!
Mesmo estando acima do peso, não consigo usar roupas mais largas, eu acho que me deixam maior ainda. Na verdade tudo que é acinturado (sem apertar) me deixa mais confortável. E o combo tecido plano + malha resolve tudo isso muito bem.

Eu tenho três blusas deste modelo, mas não sei por que esta é a que uso menos. Por isso fiquei feliz com a combinação, já que deixou mais uma possibilidade de usá-la. Adoro as mangas em godê que dão movimento e o acabamento em viés com pontos invisíveis à mão. Vendo as fotos, a estampa de pêras alinhadinhas acabou também dando um efeito gráfico bem interessante!

Nos pés, minha amada espadrille preta. Estou viciada nela e acho que azul escuro com preto combinam lindamente! E para finalizar, um coque alto e fofo e batom rosa!

Blusa com mangas godê: tecido de algodão Liberty (Londres), molde da Blusa Taffy, do livro The Colette Sewing Handbook (EUA).

Saia lápis: malha ponto roma comprada na Mediterrâneo (no Bom Retiro), molde Mabel, do site Colette Patterns (EUA).

Espadrilha: Cervera

Brincos e anel: Camila Klein

Batom: Relentlessly Red (MAC)

Gostou? Espero que sim!

Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno