Look do Dia: Maxi blusa de tricô!

Finalmente ficou pronta a última peça da minha invasão roxa, rs! Tricotei esta blusa entre o final de janeiro e o final de maio, acabei antes da chegada do inverno, oba! Já pude usar a blusa na semana passada, ela ficou bem diferente das outras que fiz, vem ver!

A escolha do modelo

Quando comprei esta lã da Malabrigo, em Montevideo (post aqui), resolvi que queria fazer uma blusa lisa, sem muitos detalhes, para ressaltar a cor mesclada em tons de púrpura!

Queria aprender a fazer o tal do top down (uma forma de tricotar que inicia pelo decote e desce até a barra, geralmente feito com agulha circular), mas eu e a querida professora Solange concluímos que não seria uma boa, pois apertaria no meu pescoço. Isso sempre acontece comigo quando o decote da frente e das costas são iguais.

Resolvemos então tricotar de baixo para cima mesmo, iniciando pela barra, mas a aparência final é de um top down, com mangas raglan, só que com a diferença de eu ter o decote da frente trabalhado com o rebaixamento que eu queria que tivesse.

O legal desta blusa é que ela não foi construída como as outras que eu tricotei (aquiaqui e aqui). Fiz o corpo de forma circular, até chegar nas cavas, então não tem costura lateral. Aí tricotei as mangas separadamente só até chegarem nas cavas. Uni as três partes e tricotei tudo junto fazendo as diminuições necessárias, formando o raglan até chegar no decote. O decote foi feito todo em tricô, para ficar aberto como eu queria, mas firme. Ah, precisei costurar as mangas no final, dos punhos até a cava.

Como eu emagreci um tanto de janeiro pra cá, a blusa ficou larga, mas eu gostei muito! Eu tenho bem mais roupas que são ajustadas ao corpo, então uma blusa assim mais larga veio bem a calhar!

Preciso confessar que eu devo também ter sido influenciada pelos filmes dos anos 80 que andei assistindo ultimamente! As blusas eram mais soltas e muitas tinham decote canoa, que chegavam a cair em um dos ombros, uma graça!

Usei seis meadas (e um pouco da sétima) da lã Rios – 100% Merino, da Malabrigo, na cor Purpuras. Tricotei a blusa com agulha 4,5mm e o decote com agulha 3,0mm.

Pronta! Esta é a frente!

Decote canoa

Detalhe do raglan

Costas

Look do Dia

Coloquei a blusa em uso pela primeira vez na semana passada, no evento de aniversário de 7 anos da Espaçonave. Eu estou fazendo um curso online chamado Decola Lab desde maio, sobre empreendedorismo criativo e fiquei muito feliz em estar lá numa data tão especial!

Estou feliz por estar estudando novamente (sei que é mais um fator para diminuir as minhas costuras, mas precisei priorizar) e em breve contarei mais sobre o curso comandado pela maravilhosa comandante Rafa Cappai e tripulação.

Durante o dia estava até calor, mas queria estar preparada para o friozinho que tem feito à noite. Por baixo, estava com uma regatinha básica. Resolvi fazer um look todo escuro, combinando a blusa larguinha com a minha mini saia de malha justinha, meia calça e botinhas. Os acessórios escolhidos foram um colar mais pesado e um dos meus queridos anéis grandes.

Por favor, releve a minha cara de cansada, rs!

Blusa de tricô: lã Rios (100% Merino) da Malabrigo na cor Purpuras. Projeto das aulas com a professora Solange, na Novelaria.
Mini Saia: Malha Suit Wall comprada na Texprima (SP), molde molde Mabel da Colette Patterns (EUA). Mais fotos da saia aqui.
Botas: Schutz
Colar e anel: Camila Klein

Mais tarde, o look foi incrementado com alguns adesivos para mostrar aos outros participantes como eu estava naquele momento: #gratidaoemato #vibrandoabundancia #decolando

“Cuidado com o que você deseja!”

Poder bater um papo com a Rafa, ganhar a assinatura dela no meu livro e ainda ser sorteada e ganhar os presentes lindos da Loja La Pomme, além de conhecer um bocado de gente legal, criativa e empreendedora (sim, senhor!) fez as horas passarem rapidinho!

Voltei para casa vibrando abundância e vou explicar o por quê! Quando comecei o Decola, conheci o Bullet Journal, um método de organizar a vida em um caderninho específico. Saí a procura do tal caderno e não achei… Na festa, foram sorteados dois planners e vários agradinhos da loja La Pomme e não é que ganhei um deles?

Status: apaixonada pela La Pomme!

Na véspera, a Rafa fez uma aula extra dentro do Decola e saiu o assunto do livro dela “Criativo e Empreendedor sim senhor”. Nos comentários eu coloquei que queria muito aquele livro (mas está esgotado, parece que uma nova edição está a caminho)… Não é que eu ganhei o livro no sorteio logo na entrada do evento?

Quando pedi a Rafa que assinasse o livro, contei o que tinha acontecido no dia anterior e ouvi dela “Cuidado com o que você deseja então!” e demos risada juntas pois desejei coisas legais, feitas por uma galera maravilhosa e elas aconteceram pouco tempo depois!

Presentes da Espaçonave!

Além do livro da Rafa, saí de lá com uma Instax de lembrança de três moças lindas que conheci (Denise, Cecilia e Regiane), uma garrafinha de drink que o Emmanuel – sempre lindo no suporte aos decolegas – me deu e um livro que escolhi no escambo promovido entre os participantes (aliás, amei a ideia)!

Uma paradinha no bar

Antes de voltar para casa, feliz da vida e super elétrica, ainda fui para o bar com o Ricardo, hehehe!

Pois bem, foi um dia perfeito em que me senti parte de algo maior! Saí de casa com uma roupa feita por mim, para uma ocasião especial, onde os bons encontros com pessoas que estão na mesma sintonia foram gratificantes demais!

E você? Tá pronta para o inverno? E os sonhos, como vão?

Roxo é o novo preto
Look do Dia: Slip Dress de Veludo!
Me Made May 2017 (#mmmay17): o final

E não é que já chegamos em junho? Não sei se você acha que este ano está passando rápido, mas para mim está!

Só de pensar que o mês de maio, mais prazeiroso por conta do Me Made May, já acabou… Enfim, é hora de fazer aquele apanhado dos últimos looks handmade deste mês. Como sempre é super gostoso colocar nosso armário handmade em evidência!

O post com os primeiros looks do mês está aqui e no final deste post tem todos os links para as peças que mostro hoje, caso você queira conferir em detalhe!

Terceira Semana

Quarta Semana

Links para as peças

Se você quiser conferir alguma peça em detalhe ou como eu a utilizei em outras ocasiões, os links são estes abaixo!

Dia 16: mais uma vez que passei o dia com roupas de academia – que não foram feitas por mim… 🙁
Dia 17: Blusa Dora (da Francine Lacerda)
Dia 18: Jaqueta Bomber Quiltada
Dia 19: Pantalona de malha azul – a calça é tão antiga que não tem um post específico para ela, mas o molde é o mesmo desta aqui
Dia 20: Vestido de malha com corte princesa
Dia 21: pulei (Passei o dia de pijama, rs)
Dia 22: Camiseta Plantain de malha amarela
Dia 23: Top Cropped de Malha (e macacão jeans)
Dia 24: Blusa Coco de malha de bouclê
Dia 25: pulei (mais um dia de pijama, eu estava doente…)
Dia 26: Vestido Monetta de Malha
Dia 27: Vestido com Babado Ombro a Ombro
Dia 28: Mini Saia de Sarja
Dia 29: Blusa Taffy de Laise (mais uma que é tão antiga que não tem um post só pra ela, rs! Mas tem as três primeiras que fiz com este molde aqui).
Dia 30: Blusa Coco de malha (outra blusa antiga e que não tem um post só pra ela, rs! Tem fotos dela aqui).
Dia 31: Blusa de Crepe de Seda

Fico muito feliz em ter participado do Me Made May mais uma vez! Ajudou a conhecer mais pessoas que costuram as próprias roupas, ver as produções das amigas e pensar em como melhorar meu armário handmade!

E você? Tem preenchido o seu armário com itens handmade?

Me Made May 2017 (#mmmay17): o começo
Desafio Me Made May 2017 (#MMMAY17)
Look do dia: Mini Saia de Malha!

Olá!
Posso declarar como oficial que sempre que vou viajar tento estrear alguma peça costurada por mim. Quando fomos para New Orleans (os primeiros posts sobre a viagem são este e este), levei na mala uma nova mini saia de malha.

Para usar no festival, onde eu sei que iria andar, dançar, sentar no chão e pular, esta não seria uma peça das mais práticas. Então planejei vestí-la nos passeios que faríamos nos dias sem shows.

Lá já estava bem quente, apesar de ainda ser primavera. Fomos preparados para o calor, por isso a mini saia veio bem a calhar!

Sobre a Mini Saia

Eu já tinha feito esta saia antes, com o molde Mabel da Colette Patterns. Usei muito as primeiras que fiz (veja aqui e aqui).

As saias anteriores já foram suficientemente usadas e desapegadas, por isso quis fazer uma nova, combinando dois modelos do molde – da saia lápis aproveitei os recortes (pois é uma saia de seis panos) e aproveitei o comprimento da mini saia.

Diferente das outras duas que fiz, quando usei o Ponto Roma, desta vez escolhi usar uma malha mais grossa e com mais elasticidade, o Suit Wall (que havia restado do meu primeiro top cropped – aproveitamento total de tecidos, eu amo!). Ficou exatamente como eu queria!

Modelos combinados e molde pronto!

Saia pronta!

Detalhe do cós (que fica numa altura perfeita, nem muito alta nem muito baixa), do recorte da saia e da estampa da malha, bem discreta e muito atual!

Saia toda fechada na overloque e finalizada com agulha dupla na máquina de costura!

Estreando a saia com passeio especial

Usei a saia num dia em que passeamos calmamente pelo French Quarter (contei sobre a primeira volta que demos por lá aqui), visitamos a Jackson Square, a Saint Louis Cathedral e seguimos até o Louis Armstrong Park.

French Quarter

Encantada pelas fachadas dos prédios de New Orleans!

Mais fachadas lindas!

Já posso mudar pra esse prédio?

A linda Jackson Square.

Jackson Square com a Saint Louis Cathedral ao fundo.

Saint Louis Cathedral.

Casas lindas e bem com a cara da cidade, a caminho do Louis Armstrong Park.

O Louis Armstrong Park é lindo, não muito grande e super bem cuidado. Dentro dele está um local muito importante sobre a criação do Jazz: a Congo Square, o único lugar onde os escravos podiam se reunir, apesar de ser só aos domingos, para tocar, cantar e dançar. Tempos depois, a música se transformou no jazz lindo e maravilhoso!

Congo Square, berço do jazz!

Louis Armstrong Park.

Mais do parque, lindo e cheio de referências musicais!

Look do dia em dose dupla

Para este dia quente e muito bem aproveitado, usei a mini saia com blusa soltinha de viscose e tênis. Já que a saia é justa e curta, a blusa mais folgada dá uma equilibrada!

Mini Saia: Malha Suit Wall comprada na loja Dona Dani (SP), molde molde Mabel da Colette Patterns (EUA).
Blusa de Viscose: Alexandre Hertchcovitch para C&A
Tênis: All Star

Em um outro dia, bastante chuvoso, em que eu e o marido só saímos da mordomia do hotel para jantar e tomar um drink, combinei a saia com camiseta de banda, meu colete de sarja usado aberto e botinhas de plástico, para garantir caso a chuva nos pegasse de surpresa! Gostei também!

Mini Saia: Malha Suit Wall comprada na loja Dona Dani (SP), molde molde Mabel da Colette Patterns (EUA).
Colete: sarja leve com elastano comprada na Tecidos N.A. (Santo Amaro), molde da revista Burda de janeiro/2016. Post com mais fotos do colete aqui.
Regata oficial dos Rolling Stones: comprada no show de 2016 em São Paulo

Bota: Melissa

Gostou? Tenho usado muito essa mini saia e adorando!
Beijos!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno