Costuras da Semana!

Olá!

Semana passada eu terminei o segundo vestido Myrtle, esse em viscose estampada. No mesmo pique do primeiro, terminei num dia e já usei no outro (já que São Pedro permitiu, rs). Preciso confessar que ele superou as minhas expectativas, ficou tão bonito e tão confortável!

Eu que quase não uso nada sem ter pontinhos de cor, amei a combinação do vestido branco e preto com a espadrilha preta!

Por conta do tecido diferente, o decote ficou com outro caimento, adorei!

Falando em estréias, semana passada eu usei pela primeira vez o meu top Coco de um jeito mais arrumadinho. Mostrei pela primeira vez aqui, mas não tinha feito nenhuma combinação “com emoção” para mostrar, até que me deu um estalo, oba! Mais uma vez, minha saia xadrez com babados foi a escolhida! Então, lá vai mais foto!

Tá vendo? Quando esfriou eu não consegui sair toda de preto de casa, rs!

Na aula de Patchwork, terminei os cinco primeiros blocos que formarão os bolsos do meu cesto para itens de costura. Vou fazer outros três ainda. Foi ótimo relembrar os blocos mais básicos e, como são pequenos, ficaram uma fofura!

Bloquinhos fofinhos!

Agora que eu já sei e já contei do final do meu ciclo de aulas com a Lurdes (contei aqui), coloquei na frente da fila a capa de lã que está parada desde junho. Se eu não usar nesse inverno, pelo menos já estará pronta para o próximo! Vou procurar mostrá-la melhor na semana que vem!

Para encerrar, pode ser que eu esteja “chovendo no molhado” para um monte de gente, mas neste fim de semana eu fui ao Sesc Pompéia pela primeira vez. A começar pela construção do local, incrível, vale o passeio pelos toques craft encontrados nas árvores e também na entrada do teatro:

Como é que eu nunca tinha ido? Rs!

Está rolando no Sesc Pompéia a exposição “Túnel do tempo do design gráfico do Brasil“. Minha porção publicitária adorou e a minha porção crafter também!

Capas de discos, revistas e livros, além de cartazes, tudo muito legal!

Beijos e boas costuras!

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Costuras da Semana!

Olá!

O post tradicional das segundas está entrando com um dia de atraso, infelizmente eu não pude postar ontem. Mas já estou de volta!

Começo contando que não sosseguei até tentar consertar meu cachecolzinho de tricô. Depois que postei do acidente semana passada, acabei não deixando para lá como eu tinha imaginado e aí tentei de novo. Dá pra ver uma faixinha esquisita, mas como será um cachecol e vai ficar enrolado no pescoço, não deve aparecer muito. Aí tornei a tricotar e agora falta pouco para terminar o segundo novelo de lã, oba!

Falando em tricotar, resolvi tentar fazer o ponto tricô, agora que já estou muito confortável com o ponto meia. Assim, eu poderia fazer o ponto jersey, aquele que fica com aparência de malha. Não é que consegui? Logo eu mostro!

Acho que isso abrirá mais possibilidades de tricô no futuro, já me imagino fazendo uma blusa para o próximo inverno, rs!

Voltando às costuras, terminei o conjunto de peças para pendurar. Quando o lugar do suporte estiver definido, vai tudo para a parede!

Aí já comecei a lixeirinha com alfineteiro para ficar do lado da máquina. A parte de baixo da peça está pronta e eu já estou amando! Depois desta, vou fazer uma lixeirinha de mesa.

Em casa, comecei a fazer uma bolsa para carregar por aí meus apetrechos de tricô. Peguei a ideia do livro “Costure!” da Cath Kidston, mas troquei os hexágonos por blocos listrados, assim ficou pronto rapidinho. Preciso agora colocar o forro e as alças e semana que vem eu mostro!

Duas estreias aconteceram esta semana e eu preciso mostrar. Primeiro foi a saia vinho com babados. Eu tinha feito o cós dela errado e por isso estava parada. Aí como eu queria usar na semana passada para sair, eu dei um truquinho nela, mas ainda preciso arrumar de vez:

E as minhas alpargatas também foram estreadas, com direito à calça e camisa jeans, adorei!

Passei o dia todo com elas, super confortáveis!

Achei até que a semana estava lenta e rendendo pouco, mas reunindo tudo para colocar neste post eu vi que rendeu sim, que bom!

Beijos e boas costuras!

Um novo armário handmade para uma nova fase
Os tricôs de 2018
Meu guardarroupa de inverno

Olá!

O inverno chegou! E olha, depois de ter passado pelo verão absurdo que foi este último em SP, eu resolvi não reclamar mais do clima, principalmente do frio.

Primeiro, porque não vai resolver nada e outra que, dedicando uma atenção a mais às roupas desta estação, eu ficaria com menos preguiça de me vestir.

Então, não é porque resolvi não reclamar mais do tempo que eu não vou deixar de ter preguiça de levantar da cama, que não vou achar chata a hora de entrar e de sair do banho e assim por diante.
Mas sair ajeitada de casa, com roupas bonitas e quentinhas as quais eu nunca tinha dado atenção, isso já eu estou fazendo desde o friozinho do outono.

Antes, o que eu fazia era usar as roupas mais fresquinhas “de sempre” com casaco, meia calça e bota.
Algumas roupas realmente funcionam bem desta forma, mas nem todas. Aí, na hora da preguiça ou da correria era calça jeans e uma pilha de blusas (coisa que eu continuo detestando, essa sensação de parecer uma bolinha de pano, sem mobilidade).

Eu tenho só duas calças jeans há anos (uma reta e outra skinny, ambas bem escuras) mas geralmente só uso quando realmente não sei o que vestir. Apesar do jeans ser um curinga pra toda vida, não é o tipo de roupa que eu tenho em mente primeiro, engraçado, né?!

Depois daquela mega faxina do armário em fevereiro (que consegui fazer aliás só por conta do ar condicionado portátil ligado no máximo), eu vi aquele monte de vestidos que eu amo e que vou continuar a usar durante o ano todo.

Vi os problemas nas peças separadas e como elas não se combinavam (no geral tinha partes de baixo legais e partes de cima básicas demais ou sem graça mesmo). Culpa minha mesmo, de ter preferido vestidos por muito tempo.

Juntando isso tudo, a vontade de vestir peças de malha sem querer parecer que saí com a roupa “que eu estava enquanto assistia via TV deitada no sofá”: o jeito foi buscar malhas legais e modelagens que deixassem as peças mais arrumadas: minhas amadas pantalonas, uma saia lápis (uma ótima surpresa), uma saia com babados (que notei que vai precisar de um conserto) e uma blusa mais arrumadinha.

Mesma malha, duas peças que adoro: pantalona e saia lápis

Eu continuo com uma certa dificuldade de focar nas blusas, mas algumas que eu gosto muito têm combinado com as novas peças então creio que está tudo sob controle, rs!

Ainda assim, usando cores mais escuras e sem estampas, achei duas saídas para os looks não ficarem sem graça: adotar uma pegada mais esportiva ou adicionar cor ou estampa no restante.

Outra boa descoberta foi a costura de peças de lã e de seda. Eu nunca achava coisas com estes materiais que eu realmente gostasse e, quando acontecia, eram caríssimas! Por exemplo, a primeira saia, de lã xadrez com babado, eu já estou usando muito!

Saia de lã xadrez que estou usando muito! Aqui com blusa de bolinhas, misturando estampas!

As minhas metas de inverno a cumprir ainda são: terminar minha capa de lã e sair usando, estrear e usar muito minha saia de tweed rosa e usar meu chapéu de feltro. Não todos ao mesmo tempo pois aqui não faz esse frio todo, rs!

E você, já pensou em como tirar proveito máximo das suas costuras e do que você já tem no armário para cada estação?

Beijos e bom inverno!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno