Look do Dia: Jardineira de Sarja!

Eu tenho feito cada vez menos vestidos. Tenho muitos e usei tanto que não são mais a minha primeira opção quando quero costurar algo novo. Mas as variações de peças únicas continuam me interessando muito! Por isso mesmo, pouco tempo depois de terminar um macacão de moletom, resolvi fazer uma jardineira de sarja.

O modelo escolhido

Eu contei há um tempo atrás (aqui) que praticamente não compro mais moldes de fora do Brasil. Tenho alguns aqui que comprei na empolgação do lançamento mas que ainda não produzi a peça. Fora o câmbio atual que deixa tudo muito caro. Então dei um tempo para saber se queria mesmo o molde da jardineira Cleo (da Tilly and the Buttons).

Como eu não esquecia da danadinha da peça, perguntei para a Vivi Basile, que já tinha feito o projeto, se valia a pena. Além de colocarmos a conversa em dia (viva as ligações por wi-fi!), a Vivi contou que não só tinha gostado do primeiro como estava planejando fazer mais dois (e eu acho que o segundo já existe)!

Comprei o molde e mandei ver a tesoura numa sarja verde bandeira que estava há anos guardada no meu estoque (dos tempos em que eu comprava tecidos sem saber o que fazer com eles).

O modelo é simples e foi bem fácil costurar a peça, que tem costuras inglesas centrais e fechamento simples nas laterais. Toda a borda superior da peça tem acabamento em revel e os bolsos são opcionais. Como amo roupa com bolsos, coloquei dois atrás e um maior na frente. O charme final fica por conta do pesponto com linha vintage também verdona que comprei no último Armarinho Vintage do Superziper.

Para concluir, levei a peça ao Bazar Mimura (em Santo Amaro) para colocar os botões e as ferragens das alças.

Como eu me guiei pelas medidas do meu quadril para fazer a peça, acho que ficou um pouco larga na parte de cima, mas nada que atrapalhe. Deixei também a peça acima do joelho, uma das sugestões de comprimento dadas no molde.

Pronto!

Amo esse bolso fontal e as ferragens!

Como Giselle (minha manequim de prova) não tem o mesmo quadrilzão que eu, a foto das costas ficou estranha, rs!

Look do Dia

Estreei a jardineira num dia muito abafado e que também era o dia do aniversário de casamento meu e do marido. Tínhamos programado uma viagem para a praia, por isso não exigia tanta arrumação ou formalidade, além de ter que ficar confortável na viagem de carro (que foi looooonga por conta de um acidente na serra).

Para deixar o look mais ajeitadinho, usei com uma blusa que adoro, com toque acetinado e rasteiras em couro metalizado (uma raridade por aqui, né?!).

Como contei num post da semana passada (aqui), lá estava eu com minha trança embutida, unhas escuras, maquiagem leve e, mesmo assim, saí nas fotos com o rosto rosado por conta do calor (e da afobação para finalmente sair de casa, rs).

Jardineira: sarja de algodão do Fernando Maluhy (Centro – SP). Molde Cleo Dungarees da Tilly and the Buttons (Inglaterra). Ferragens Bazar Mimura (Santo Amaro).
Blusa de Cetim: Tecido Toque de Seda – poliéster – da loja Mongard (Pinheiros), viés de cetim Zuza Armarinhos (Pinheiros). Molde da blusa Taffy do livro “The Colette Sewing Handbook”. Mais fotos da blusa neste post.
Sandália rasteira: Luiza Perea

Foi uma viagem muito gostosa com quem faz toda a diferença em minha vida! Comecei mais um ano de casada com o pé direito usando um look feito por mim!

Vestido de Chambrê: um molde e duas peças diferentes!
Look do Dia: Saia de Sarja!
Armário Handmade de Férias!

Olá!

Antes que eu termine esta série de posts sobre as minhas férias, conforme mostro aqui no blog mais peças prontas, é certo que meu armário está cada vez mais preenchido com peças que eu mesma fiz. Consequentemente, sempre estou usando algo que já apareceu aqui no blog em algum momento e, durante os últimos tempos, aproveitei para registrar alguns deles para mostrar! Ter um armário handmade espelha nossa personalidade!

Vida Craft

Nessas horas me dou conta que eu realmente acredito que uma vida mais handmade é totalmente possível e muito gratificante!

Cada peça dessas é especial, tem um significado e uma história. É bem mais legal que comprar um monte de roupas sem pensar muito (apesar de algumas marcas que eu adoro sempre contarem com uma visita minha, como a Laundry e a Lascivité, onde a gente sabe que é tudo feito com amor e também do jeito mais correto, fora que é um incentivo a comprar de marcas locais e de trabalho autoral).

Bom, lá vou eu mostrar um pouquinho do que andei usando ultimamente (usei mais peças ainda, mas não fotografei tudo…):

Para comemorar meu aniversário em casa com a família, usei a minha saia de sarja Arielle (post aqui), com Melissa e essa blusa linda da Dresscoração! O colar é da Laundry (por Analogic Love).

Meu macacão jeans (Turia Dungarees, post aqui) passeou até de bicicleta por Venice Beach, na Califórnia. O sol engana só um pouco, tanto é que eu estava com moletom por baixo e também uma camiseta de mangas compridas, rs!

Usei minha camisa de seda (post aqui) acompanhada de shorts de cetim de algodão da Laundry, lenço de seda e espadrilles para o jantar em que eu e o marido comemoramos mais um ano de casados! Eu achei que ficou bem especial!

Quase que rolou um look monocromático, porque até o cabelo agora é cinza, rs! Mas os óculos escuros espelhados cumpriram o papel de dar uma corzinha a mais! Post do vestido de moletom cinza mescla aqui.

De macacão de tecido e cara lavada para uma ida ao cinema, rs!Post sobre o macacão comprido aqui.

Mais uma vez o macacão jeans com a minha camiseta amarela que eu adoro (post sobre ela aqui), num almoço de domingo com o marido na Vila Madalena.

Para comemorar o aniversário de uma das pequenas da família, minha saia Vivi (molde Francine Lacerda, post aqui) e camiseta que eu incrementei com viés de âncoras (post aqui). Amo a mistura do azul das listras da camiseta com o azul miudinho da estampa da saia!

Meu macacão mais antigo (post aqui) num passeio com o marido e o Luke na Paulista. Programa delicioso, recomendo!

Já deu pra ver que eu estou viciada em macacões (e ainda tem um molde novo me esperando e um outro que eu quero desenvolver a modelagem) e nesse tênis branco, né?!

É tão legal quando a gente se encontra de verdade e as nossas roupas só cumprem o papel de mostrar isso pro mundo! Adorei mostrar aqui no blog, quem sabe mais pessoas se animam em montar um armário handmade?

Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Top Posts de 2015!

Olá!
FELIZ ANO NOVO!

Uma das coisas que eu acho que sempre vale a pena quando um novo ano começa é ver o que aconteceu no ano anterior para dar continuidade, para melhorar, para mudar!

Se tem uma coisa que eu gosto de ver especialmente nesta época são as estatísticas do blog, pois através delas que dá para saber quais posts fizeram mais sucesso e assim conseguimos saber quais assuntos interessam mais para quem passa por aqui e procurar fornecer mais conteúdo nesse sentido.

Dentre os posts publicados no ano passado, os mais acessados foram estes (se você for novo por aqui, aproveite para conhecê-los!):

1. Minha máquina de costura – Singer Facilita Pró 4423 – 2 anos depois
Minha Novinha arrasando nos seus dois anos de uso (em algum meses vou tornar a avaliá-la)!

2. O que eu aprendi sendo gorda
O maior desabafo meu, super pessoal, que rendeu uma repercussão que eu não imaginava!

3. Minha máquina de overloque – Singer Ultralock 14SH754 – 1 ano depois
Tenho uma relação de amor e ódio com a minha Encantada, contei neste post como foi o primeiro ano com ela!

4. Moldes para Meninos
A Ana arrasou nessa coletânea de moldes para roupas de meninos!

5. Look do Dia: vestido com tênis!
O vestido feito para a virada do ano novo 2013/2014 que virou até hoje uma das minhas principais opções para o verão, usado com tênis e quimono (este último tem até tutorial!)

6. Meu ateliê: Mesa de Corte (e pesos para tecidos)
Adorei mostrar as soluções que tive para organizar o ateliê e a mesa de corte é um belo exemplo!

7. Look do Dia: Saia de Sarja!
Uma das peças mais versáteis que costurei no ano passado, uso muito!

8. Minha colcha de retalhos – progressos de dezembro e janeiro
Pois bem, minha colcha querida de hexágonos está parada há um tempo, mas em 2016 quero retomá-la e voltar a contar sobre ela!

9. Por que costurar as próprias roupas?
Um dos posts que mais gostei de escrever, pois costurar as próprias roupas é uma delícia e vale muito a pena!

10. Blog e Canal de vídeos “A costureirinha”
Nós adoramos dar dicas de outros blogs que acompanhamos e esta indicação fez sucesso!

Os posts de Costuras da Semana também sempre foram bastante acessados e eu adorava fazê-los! É que tenho tanta coisa para postar que fiz ultimamente que talvez eu volte com eles quando tudo estiver em dia, que tal? Me dá sua opinião?

Aliás, se quiser deixar aqui nos comentários que tipo de post te agrada mais (e menos também), assim como sugestões para novos posts, vamos adorar saber e vamos trabalhar suas sugestões!

Eu e a Ana estamos com todo o gás nesse novo ano, esperamos que vocês também!

Beijos e boas costuras!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: feminista, mãe de cachorros, tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno