Como fazer toalhas de mesa!

Ainda no embalo dos presentes que fiz no final do ano, costurei três toalhas de mesa. Aqui em casa eu já não compro mais toalha de mesa há alguns anos, eu mesma faço.

Algumas toalhas já estão aqui há tanto tempo que eu nem achei os posts para linkar, rs. Uma delas é uma toalha xadrez que eu usei na decoração do encontrinho do blog em 2017, post aqui.

Toalhas de tecido impermeável

Eu fiz uma toalha na virada de 2016 para 2017 com um tecido de algodão impermeabilizado, ideal para usar na cozinha. Tem post aqui. Minha mãe ficou namorando a minha toalha e eu disse para ela que, quando eu tivesse oportunidade, compraria mais daquele tecido e faria uma toalha para ela também.

O tecido tinha sido comprado em Paris e, num bate e volta de um dia de férias (estou devendo vídeo sobre isso, logo menos ele vai chegar!), consegui comprar novamente! Como minha mãe tinha pedido para fazer uma outra para a minha tia Frederica, eu já fui preparada para comprar tecido suficiente para as duas peças. Escolhi uma estampa diferente da minha mas, para aproveitar bem o tecido, as duas ganharam toalhas de uma mesma estampa.

Segui os mesmos cálculos para fazer a minha toalha e, assim, duas novas toalhas foram costuradas para as respectivas mesas da minha mãe e da minha tia. Fiz assim:

  • Tirei a medida justa do tampo de cada mesa, largura e comprimento.
  • Adicionei 26cm para cada lado do tampo (ou seja, 52cm a mais na largura e 52cm a mais no comprimento).
  • Para uma mesa de 88cm x 160cm (estas são as medidas da minha mesa), a toalha terminada fica com 140cm x 212cm. Eu fiz uma barra de 1cm + 1cm em toda a volta, então o tecido cortado media 144cm x 216cm. Ficaram perfeitas!

Toalha em Patchwork

Eu não tinha comprado mais deste mesmo tecido impermeável para fazer mais uma toalha para a minha sogra, pois comi bola e não peguei as medidas da mesa dela com antecedência.

Resolvi então combinar alguns tecidos especiais que eu já tinha em casa e fazer uma toalha em Patchwork com eles. Peguei a medida da mesa com o meu cunhado (mas minha sogra percebeu, rs) e fui fazer os cálculos.

Como foi gostoso retomar o Patchwork depois de algum tempo! Por isso nunca é demais aprender algumas técnicas variadas, elas podem ser bem utilizadas a qualquer momento!

O tampo da mesa da minha sogra mede 141cm x 75cm. Adicionei alguns centímetros a essa medida inicial para que a barra começasse abaixo do tampo. Para a barra, fiz faixas de 24cm, seguindo a mesma lógica das toalhas sem Patchwork.

Deixo aqui abaixo o projeto, o desenho já está com as medidas da toalha terminada (acrescentei 0,75cm em cada lado a ser costurado e 2cm para a barra). Os retângulos foram unidos como fazemos na técnica do Nine Patch.

Escolhi tecidos brancos com estampas discretas para o tampo e um laise muito especial para a barra. Adorei como ficaram depois de unidos!

Tecido japonês (estampa dente de leão), tecido de passarinhos Ateliê Sereníssima, laise comprado na Alemanha.

E assim a toalha ficou depois de pronta (obs: a minha mesa é um pouco maior que a da minha sogra):

Ah, preciso contar um momento de “emoção” que aconteceu enquanto eu fazia esta toalha: fui passar uma das bordas na overloque, depois de costurar, e deixei a faca cortar o tecido de baixo… Por sorte eu tinha mais um pedaço do tecido que ficou danificado para poder substituir, ufa! Dali em diante eu passei na overloque primeiro para depois costurar, rs! #vivendoperigosamentenacostura

Presentes especiais

Três toalhas para presentear!

As três presenteadas ficaram super felizes com os mimos. A minha sogra, aliás, nunca tinha ganhado uma costura minha nesses anos todos, dá para acreditar?! Mas eu procurei me redimir da melhor forma!

Já fiquei sabendo que a toalha virou um xodó da minha sogra, o que me deixou super feliz por ter escolhido fazer este presente para ela!

E assim eu encerro a produção de presentes de Natal, muito satisfeita por presentear com itens feitos por mim, cheios de amor!

Uma Tilda para Edleuza
Amigo Secreto das Amigas Craft
Festa de Ano Novo feita à mão

No último post de 2016, eu dei algumas pistas de como seria a nossa festa de Ano Novo: em casa, com a família e com vários itens feitos à mão. E foi assim mesmo, felizmente!

Referências ao ar livre

Nos últimos tempos, eu e o marido fomos reunindo algumas referências de coisas que vimos e gostamos e, através delas, criamos o ambiente que queríamos para a nossa varanda.

Quando estivemos em Holambra (post aqui), uma mesa com bancos laterais já ficou em minha mente.

Mesa e bancos longos de madeira.

Quando eu estive em Montevideo, visitando as ovelhinhas em uma fazenda, lá estava o mesmo estilo de mesa e bancos compridos, além dos arranjos de lavandas em potinhos de vidro enfeitados com tecidos e fitas.

Arranjos simples e lindos!

Em Paris (post aqui), quando comprei os enfeites de papel, já imaginei todos eles pendurados em nossa festa. As cores das bolas (cinza, lilás e amarelo) viraram a minha referência de decoração para a ocasião. Gostei por ser menos convencional que o branco/prata/dourado habitual.

Bolas de papel que deram as cores da festa!

Assim, na mesma viagem, quando vi o tecido impermeabilizado branco estampado de prateado na feira craft que visitei (o post sobre a feira já está chegando, não esqueci!), já resolvi qual seria a toalha de mesa.

Toalha de mesa e vasinhos para as flores prontos!

Em Roma, vimos em um restaurante os ombrelones externos enfeitados por luzinhas em volta da cobertura. Mais uma ideia para o nosso projeto.

Luzinhas charmosas!

Mãos à Obra!

Eu e o Ricardo adoramos organizar festas em casa e queríamos há tempos dar um jeito em nossa varanda.

Com as referências acima em mente, primeiro fomos atrás das peças grandes. Os móveis foram comprados na Meu Móvel de Madeira, o ombrelone, as velas da mesa e as luzinhas de led à pilha com estrelinhas são da Tok&Stok e as plantas, vasos e suportes são do shopping Garden Sul.

A rede nós já tínhamos desde a nossa lua-de-mel, quando compramos duas delas em Fortaleza.

Eu fiquei com a toalha de mesa e os arranjos de flores para fazer. Ricardo se encarregou de fazer um varal com soquetes para colocar as lâmpadas de led. Fizemos tudo a tempo e, no final da tarde (depois de uma mega chuva, conto mais a seguir), deixamos tudo pronto lá fora, ufa!

Ah, clique em uma das imagens para ver em detalhes na galeria!

Com a missão de preparar o local cumprida, lá fui eu pensar no look do Reveillón. Comecei na véspera pois era uma peça relativamente simples.

Cadê a Luz?

Antes de fazer a arrumação que mostrei acima, como estávamos esperando chover na parte da tarde, cobrimos os móveis com uma capa daquelas para carro. Assim ninguém sentaria em cadeira molhada mais tarde.

A chuva veio e veio com tudo. Ficamos sem luz por volta das 16h. Quando parou de chover, arrumamos toda a varanda. Mas a minha roupa não estava pronta ainda e, principalmente, a nossa casa estava às escuras. Torcemos para que a Eletropaulo cumprisse a previsão de religar a energia às 19h30, mas não aconteceu.

Como o macacão que tinha começado não ficou pronto à tempo, parti para o plano B: usei a minha blusa nova de tricô com um shorts de cetim e tênis. Por conta do escuro, não consegui fazer nada elaborado no cabelo a não ser um coque alto e não consegui me maquiar.

O pessoal chegou e fizemos o possível para servir os quitutes planejados no escuro mesmo. Fomos salvos pela noite fresquinha na varanda, pelas luzes de led à pilha e pelas velinhas espalhadas pela casa. Não ficamos no silêncio pois o nosso bom e velho dock para celular funciona também à bateria e ela estava carregada desde o dia anterior, ufa! Festa sem música não dá, rs!

Não fiquei frustrada pois o que importava mais a gente já tinha: a família reunida que procurou levar na esportiva a falta de energia, que só voltou depois das 22h. Veja só como ficou tudo à noite!

Prometo fotos melhores com a blusa em breve, pois Ricardo fez estes cliques já depois das 2h da manhã, quando todos já tinham ido embora e nos preparávamos para desmontar tudo.

Toalha de Mesa e Arranjos de Flores: Como eu fiz

Contada toda esta saga para mandar 2016 finalmente embora, rs, vamos aos últimos detalhes da decoração?

Eu calculei o tamanho da toalha de mesa com base em outras que tenho em casa e que servem bem nas mesas da varanda e da cozinha. Vi que todas elas poderiam ser um pouquinho mais longas para ficarem mais certinhas nas cabeceiras.

Cheguei à seguinte conclusão (olha a dica): medi o tampo da mesa e adicionei 26cm de cada lado. Para uma mesa de 88cm x 160cm, a toalha terminada fica com 140cm x 212cm. Eu fiz uma barra de 1cm + 1cm em toda a volta, então o tecido cortado media 144cm x 216cm. Ficou perfeita!

Para os arranjos, usei vidros de molho de tomate e de azeitonas, diferentes entre si. Em cada um deles colei com Cola Pano um retalho de tecido branco ou de renda branca, que eu já tinha em casa. Para arrematar, um lacinho em renda roxinha. As flores escolhidas foram astromérias amarelas e flores do campo lilases.

O marido fez o varal para os soquetes seguindo um tutorial do YouTube (sempre salvando a gente, rs). Como o fio era branco e os soquetes eram pretos, o Ricardo pintou todos eles com tinta spray branca e também usou fita isolante branca. Ficou um capricho só.

O cardápio foi pizza caseira, praticamente uma instituição em nossa família. À meia noite, minha tia serviu lentilha também (não sou supersticiosa, mas sempre como pois é uma delícia)!

Enfim, contornamos as dificuldades e fizemos o nosso melhor para receber bem 2017!

Gostou? Eu espero usar esta decoração mais vezes!

Look do dia – Réveillon em Copacabana!
Look do Réveillon: Vestido estampado (Laurel Dress)
Boas Costuras em 2014!

Olá!

E não é que estou fazendo o último post deste ano? Eu comecei 2013 ainda sem a menor ideia de que terminaria o ano com este espaço aqui, com 112 posts publicados e tanta coisa boa que veio junto!

Uma das coisas mais legais desta época do ano, além dos planos para o ciclo seguinte que está perto de começar, é ver que você não está no mesmo ponto onde começou. Que alguma coisa caminhou na vida e te trouxe resultado. Que o caminho que você resolveu seguir foi o certo, que proporcionou satisfação e sorrisos para você e para quem está a sua volta. Eu sempre digo que a costura mudou a minha vida… e sei que vai continuar mudando.

Neste ano conheci mais um bocado de gente legal, aprendi mais um tantão de coisas, costurei muito e quero poder me valer disso tudo em 2014 para avançar mais ainda.

Desejo de coração que você que sempre passa por aqui continue visitando meu “diário de viagem” e assim participe dessa história toda.
Para encerrar este último post de 2013, deixo aqui algumas imagens da minha casinha enfeitada para as festas. Ficou mais colorida e mais aconchegante. Era o toque craft que eu queria dar faz tempo, sabe?

Tilda feita no Patch Encontro de novembro, enfeitando o novo canto favorito da casa, com nossa vitrola e os discos de vinil. (Sim, temos bonequinhos dos Ramones em forma de ursinhos, um xodó meu e do marido!)

A toalha de mesa em Patchwork que terminei em setembro fez um belo centro de mesa. Na hora da ceia eu coloquei uma toalha clarinha embaixo, ficou bem legal.

E a Tilda “anja” de Natal que fiz em outubro está enfeitando a porta do meu quartinho de costura.

Boas costuras em 2014 e sempre!
Beijos!

5 Anos de Blog – Minha Manta de Retalhos está de volta!
5 Anos de Blog – Apoiando as Blogueiras da Resistência!
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Recebidos Maximus Tecidos Finos!
5 Anos de Blog – Minha Manta de Retalhos está de volta!