Loja de Lãs e Fios Naturais da Dona Henriquetta Achutti

Oi, gente!
Não sei se vocês sentem a mesma dificuldade que eu para encontrar materiais específicos para artesanato, de boa qualidade, aqui no Brasil. Recentemente fiz um post sobre as lãs naturais que comprei durante minhas férias, no Uruguai e na Argentina (aqui), material que sempre tive dificuldade de encontrar por aqui.

Fuçando pela internet, encontro sempre os mesmos fornecedores e os mesmos fios, geralmente muito caros e, por mais que eu busque, não encontro nada muito bacana ou novo.

Esses dias, estava revisitando meu material de fazer bonecas Waldorf (post aqui) e me lembrei do Ateliê da Dona Henriquetta Achutti.

Essa senhora já falecida, mas cujos filhos continuam seu legado, dedicou sua vida à produção de materiais provenientes de lã natural de carneiro como os famosos recheios das bonecas Waldorf, mas também se dedicou a fiação e ao tingimento de lã.

Decidi que tinha que passar pela loja para conhecê-la (tenho uma grande amiga que morava muito perto da casa da Dona Henriqueta e já havia me levado lá, mas estava fechado, então eu sequer conhecia o lugar). Liguei para essa mesma amiga e, na mesma tarde lá fui eu conhecer o trabalho tão lindo dessa senhorinha famosa.

Julia na entrada da loja, encantada com as lãs tingidas secando.

Na loja da dona Henriqueta você encontra lã cardada para recheio das bonecas, lã em mechas, utilizadas principalmente nos trabalhos de feltragem, mas que também é usada para tricô e outros trabalhos manuais. Além disso, tem lã fiada em três ou quatro espessuras diferentes na coloração natural ou tingida.

Nesse dia em que estive havia pouca variedade de cores mas, a Michele – que nos atendeu, disse que em breve haverá mais novidades.

Que loja linda!

Escolhi 4 tons entre marrom e cinza para o novo projeto do xale e comprei uma meada imensa de lã em cor natural para aprontar algo para o meu marido (momento emocionante: é a primeira vez na vida de artesã que ele me faz uma encomenda, então o resultado terá que ser pra lá de caprichado!)

Saí de lá saltitante, morrendo de vontade de colocar a mão na massa e adivinha? Assim que o primeiro trabalho estiver pronto, venho mostrar para vocês!

Beijoca,
Ana

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Minha primeira boneca Waldorf

Oi gente, tudo bem?

Estão lembradas do post que fiz sobre o curso de bonecas Waldorf que fiz na Eduk?
Pois então, assim que fiz o curso fiquei doida pra fazer a boneca e comprei todo o material no Elo7.

Quando chegou pelo correio, dei uma namorada nos itens, mas tive medo de começar a boneca… ela exige uma elaboração toda especial e eu ainda não me sentia pronta para começar o trabalho. Mas finalmente tomei coragem e com muito amor comecei a tarefa.

Assisti novamente o curso enquanto fazia a boneca, acompanhando cada passo. O mais bacana na minha opinião é que essa boneca é repleta de significado, traz todo amor do artífice (no meu caso, da mãe) para a criança.

Confesso que tive várias dificuldades, principalmente na formação da cabeça, que não é simples e também em muitas costuras, todas feitas à mão (me furei horrores! Hehehehe), mas vale muuuuuito a pena!

Fiquei muito contente com o projeto terminado, parecia que minha infância tinha voltado e a boneca era para mim! Um sentimento delicioso de projeto terminado e ao mesmo tempo de todo amor e das energias boas que coloquei nele!

Eis o resultado:

Depois que terminei fiquei me segurando para não encher de detalhes, porque a boneca Waldorf deve ser assim, simples para que a criança tenha uma imensa gama de possibilidades.

Mas chegou o Natal e, como parte do presente para minha filhota, não aguentei e fui para a máquina fazer uma roupinha nova para esta boneca tão especial.

No final não fiz só uma, mas uma coleção completa com calcinha, bata, pijama, saia curta, saia longa, calça jeans e macacão… a vontade é não parar mais!

A Julia curtiu bastante e já fez várias encomendas: quer berço, travesseiro e coberta. Já estou me preparando para fazer o enxoval completo.

Mas antes disso preciso fazer sapatos, pois bolei e fiz alguns modelos que não me agradaram… estou bastante animada para descobrir uma botinha de feltro ou mesmo tentar me arriscar no crochê para fazer uns sapatinhos bem especiais!

Depois venho contar para vocês!

Beijocas,
Ana

Uma Tilda para Edleuza
Aventuras em crochê: fazendo o xale vírus!
Curso de Bonecas Educativas Waldorf (Eduk) e um livro lindo!

Olá pessoal, como estão?

Uma das semanas de outubro foi bem cheia de artes manuais, fiz dois cursos na Eduk simultaneamente! É que todos os cursos são primeiramente apresentados grátis e ao vivo, às 14 horas e depois tem reprise às 19 horas. Então aproveitei os dois horários e fiz o curso de estamparia manual (post aqui) e o curso de bonecas educativas Waldorf.

Foto: Nina Veiga Atelier

Bem, esse segundo curso é bem especial, pois fazia tempo que eu queria ter a oportunidade de aprender como fazer essas bonecas tão especiais, principalmente com a Nina Veiga, que é a maior referência no assunto que eu conheço.

Além disso, estou completamente imersa na pedagogia Waldorf, pois recentemente minha filha iniciou sua vida escolar, justamente em uma escola Waldorf, do jeitinho que eu queria. Estou muito feliz por poder dar um ensino para a Julia que acredito ser mais humanizado e mais voltado à formação dela como pessoa. Mas isso é muuuuito assunto e não cabe aqui apenas neste post, então voltemos as incrivelmente especiais bonecas da Nina.

Difícil falar desse curso sem mencionar que ele é uma transformação. Nina não ensina simplesmente a fazer uma boneca, ensina muito sobre infância e sobre a importância imensa do brincar. É emocionante, não tenho palavras suficientes para descrever o quanto o curso é especial, é uma vivência sobre o brincar e sua importância para os pequenos, trazendo temas importantes, como por exemplo, o combate ao violento consumismo que acomete a maior parte da humanidade atualmente.

O curso foi um grande aprendizado, tanto sobre a criança e sua relação com os brinquedos, quanto sobre fazer a boneca em si. A boneca Waldorf é uma companheira da criança, que traz muitas características especiais, todas elas com valiosos significados. Por este motivo não é uma boneca fácil de se fazer, requer muita dedicação e amor no seu construir.

Olhem só essas riquezas:

Foto: Nina Veiga Atelier

Desde a montagem do corpo, todo feito de material orgânico, passando pela colocação do cabelo e a feitura do rosto, cada passo tem seu porquê, o que torna o aprendizado rico.

As roupinhas da boneca/boneco e seus sapatos são um capítulo a parte. Geralmente feitas à mão, as peças do vestuário completam a boneca, trazendo todo o significado e a energia que uma peça única, feita ponto a ponto pode trazer. Os sapatos envolvem uma outra competência, o crochê!

Essa, confesso, foi a parte do curso que mais me assustou, pois como contei a vocês aqui, faz pouco tempo que comecei a fazer minhas primeiras correntinhas. Mas a Nina é uma mestra maravilhosa e faz com que você se empodere e tenha vontade de tentar! Obrigada Nina por ser tão valorosa e nos trazer tão belos ensinamentos recheados de ativismo por uma sociedade melhor, mais bonita, mais carinhosa e cheia de vida!

Havia, no período do curso, uma promoção na loja da Nina no Elo7, para a compra do kit de materiais necessários para fazer uma boneca. Como comprei esse curso e havia desconto, acabei comprando o kit para me iniciar nas bonecas Waldorf. Na loja, você encontra também os diversos materiais avulsos e também as bonecas prontas, vale a pena conhecer.

Eu fiquei muito feliz em fazer o curso pelo Eduk, pois o presencial não seria possível e com essa possibilidade fiquei martelando esse assunto com minhas amigas, entre elas a super mãe cozinheira, bonequeira, faz de tudo bem, Ingrid.
Nós temos em comum o gosto pela boa comida, filhas da mesma idade e um grande apreço pela natureza e pela antroposofia, que engloba a pedagogia Waldorf.

A Ingrid já havia feito o curso presencial da Nina e me falado muito a respeito, o que aguçava minha vontade de fazer, tanto o curso, quanto as bonecas.

Com a oportunidade do curso online no Eduk e toda a falação sobre as bonecas na orelha dela, ela me fez uma linda surpresa, me presenteou com o livro: “Minha querida boneca”, do qual eu não poderia deixar de falar com vocês.

Serviço:

Livro: Minha Querida Boneca – Uma orientação para pais, professores e educadores
Autora: Karin Evelyn Scheven
Editora: Associação Beneficente Três Fontes
Ano: 2006
Site

Este delicioso livro da Karin Evelyn de Almeida, como diz o subtítulo, é um pequeno guia para pais, professores e educadores, que assim como eu, desejam entender um pouco mais do significado dessas bonecas (e outros brinquedos) tão especiais, seu papel na infância e na formação da criança como ser humano, respeitado em sua individualidade, sua relação com as pessoas e o mundo que a cercam.

É demais, estou apaixonada e indico para todos pais que se preocupam com as crianças que estão preparando hoje para que se tornem os cidadãos, conscientes de seu papel social e para com a natureza amanhã!

Muito obrigada Ingrid, não apenas pelo presente maravilhoso, mas pelo aprendizado diário que tenho através da sua amizade. Com toda certeza do mundo, sou uma pessoa muito melhor depois que nossos caminhos se cruzaram!

Espero que vocês tenham gostado e mães Waldorf, comentem por aqui e vamos trocar figurinhas! Vou adorar!

Beijocas,
Ana

Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Um novo armário handmade para uma nova fase
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno