Reaprendendo a bordar com o Clube do Bordado

Eu aprendi a bordar faz tempo, em 1998 (eita, 20 anos já!). Naquela época a gente bordava panos de prato riscados pela professora e, ao final, fazíamos uma barrinha de crochê para arrematar o trabalho. Foi assim que eu aprendi alguns pontos do bordado livre, como o correntinha.

Nessa mesma época também aprendi ponto cruz (com o avesso perfeito, tenho amor verdadeiro), ponto cruz duplo (que a gente fazia num tecido xadrez duplo, então a linha ficava embutida entre os dois tecidos. Aprendi também o vagonite.

Foi um ano intenso de manualidades, quando resolvi fazer aulas num armarinho perto da casa dos meus pais pois encarar apenas o cursinho pré-vestibular me pareceu chato demais, rs!

Foi o ano em que aprendi também a fazer crochê, essa manualidade eu nunca deixei totalmente de lado. Já o bordado aconteceu em momentos bem ocasionais ao longo destes anos todos.

A última vez que eu peguei um bordado livre para fazer foi em 2015, quando fiz o logo do blog para colocar na porta do meu ateliê. Fiquei feliz com o resultado, apesar dos defeitos e do avesso bem feinho, rs!

A post shared by Katia Linden (@katialinden) on

Naquela época eu já acompanhava o Clube do Bordado. Adoro como as meninas mostram como é legal bordar, além de conhecerem a técnica muito bem! Também gosto demais da estética dos trabalhos, as ilustrações e escolhas de cores.

E aí que em 2018, 20 anos depois, resolvi reaprender a bordar. Precisava desenferrujar este conhecimento guardado lá no fundo da minha memória craft e aprender mais. Acredito que este evento foi o primeiro de mais alguns que pretendo participar nesse ano.

Curso Módulo 1 – Bordado para Iniciantes

E assim eu recomecei a bordar em 2018, numa aula super gostosa comandada pela Renata e pela Dini. Vimos os pontos haste, atrás, nó francês e cheio. Este aqui é o projeto:

Fonte: site Clube do Bordado

Lógico que os meus pontos não estão perfeitos como este bordado delas mas, acredito que voltando a praticar, eles ficarão mais bonitinhos!

Voltei para casa feliz e com o kit para terminar o trabalho: risco e instrução com sugestão de preenchimento, um bastidor fofo de borracha – nunca tinha usado um destes – agulha e linhas de meada.

Levei a minha tesourinha japonesa garimpada pela Claudia, apesar que nem precisava levar, mas queria estreá-la numa ocasião especial!

(Clique em uma das fotos para abrir a galeria!)

Finalizando o Bordado

Levei o trabalho para terminar em casa, quer dizer, na minha viagem de aniversário de casamento em Montevideo. Foi um fim de semana ótimo e, enquanto o marido não chegava lá, eu bordei em companhia de um vinho branco, uma torta de pêra e a vista linda do Lavender! 

 

Ao voltar para casa, fui fazendo um pouquinho por dia, substituindo a hora diária do tricô e na mesma semana, terminei! Eu me cobro muito por ser detalhista (por exemplo, não estava muito feliz com o meu ponto cheio) mas ao final fiquei muito feliz!

Decorando o meu quarto

Logo que terminei o bordado, fiz o acabamento do tecido em volta e fui rapidinho colocá-lo no meu quarto. Para quem viu o post sobre a decoração dele, eu vou mudando a decoração de tempos em tempos! Amei como o bordadinho destacou na parede cinza!

Outros Bordados: Ponto Cruz

Além de ensinar a minha afilhada a bordar ponto cruz nesse Natal (meu melhor presente), eu fiz esse quadrinho aqui em 2011, para enfeitar meu ateliê recém conquistado. Depois, acabou ganhando lugar de destaque no meu quarto até o ano passado. Agora, quero encontrar um novo local pra ele!

A post shared by Katia Linden (@katialinden) on

Sashiko

Aliás, já que estou falando em bordado, para não dizer que não bordei nos últimos anos, não posso esquecer que em 2014 eu aprendi a bordar com a técnica japonesa do Sashiko e acabei produzindo algumas peças que adorei! Teve uma almofada, a colcha do Noah, o saquinho para a manta do Hiro!

Em 2018 eu quero fazer os outros módulos, além de conferir outras aulas com pessoas que adoro, então me aguardem com mais bordados!

Meu quarto: quando uma colcha em Patchwork enfeita um cômodo muito craft e atual!
Como entendi o Minimalismo através dos meus óculos coloridos
Look do Dia: Blusa Ampla de Seda (molde Burda Style)!

Esta foi a minha última costura de 2017. A que eu tinha planejado não fazer, mas que mudei de ideia na última semana do ano. Explico: quando planejei os looks para as festividades de fim de ano (post com vídeo aqui), tinha montado um look para o Reveillon com uma blusa de seda que eu tenho faz tempo e adoro.

Mas a gola dela é alta e eu achei que passaria calor com ela, mesmo não tendo mangas. Aí resolvi costurar uma blusa mais ampla e de decote mais confortável para o verão.

Eu já tinha feito e dado todos os presentes que resolvi fazer, então a última semana do ano estava bem calma… Acabei optando por fazer outra blusa em outro tecido do que eu tinha pensado quando fiz o vídeo/post, enfim… mudanças de planos! Vem comigo que eu te mostro!

A Blusa Ampla

Escolhi fazer este modelo da Burda Style, que está na grade Plus Size. Acho que já contei que aproveito bem os moldes da revista pois às vezes um 44 que me agrada da grade regular pode ser ajustado, assim como um 44 ou 46 da grade Plus Size.

Fazendo a Blusa

Fazer a blusa com calma, praticamente celebrando o final de um ano tão intenso, gratificante e desafiador para mim foi uma delícia!

Costurei tudo conforme as instruções do molde e, antes de fazer a barrinha para terminar, resolvi provar e aquelas pontas laterais com pences que acabam abaulando estas partes não ficaram bem para mim. Como meu quadril é bem largo, ficou tudo embolado por ali e não deu esse efeito da foto da revista.

Ricardo, como sempre, me ajudou a marcar e encurtei a blusa, tirando as pences e mantendo as laterais um pouco mais compridas que o centro. Aí sim deu certo! Posso usá-la tanto com uma pontinha para dentro da saia ou calça quanto toda para fora.

O cetim charmeuse de seda nesse azul maravilhoso tinha sido comprado em New Orleans (que saudade, tem post aqui) e eu desisti do projeto que tinha separado para este tecido. Então, foi uma ótima oportunidade de dar uso para a seda que estava guardada!

A blusa tem mangas morcego, que dão um movimento legal para a peça, além de deixar tudo mais arejado e assegurar o conforto para os meus braços gordinhos, rs!

Look do Dia

Esse foi o meu look de Reveillon, com saia midi de lurex listrada, sandália sem salto (troquei os cordões vermelhos pelos pretos) e a blusa.

Coloquei um brinco prata e, além da minha maquiagem habitual, fiz um preso torcidinho do lado que sempre deixa o cabelo com cara de arrumado!

Assim eu recebi a família para a festa em casa, com comida mexicana feita pelo marido, hummm!

(OBS: Desculpem a falta de poses, estava com pressa pois o povo estava chegando, rs!)

Blusa de Seda: cetim charmeuse de seda da loja Promenade Fabrics (New Orleans), molde da revista Burda Style de setembro/2017.
Saia de Lurex: Anthropologie (Londres)
Sandália: A Mafalda

Repeteco

Na mesma semana eu repeti a blusa, só que com calça jeans e tênis, para ir com o marido para o bar, oba! Gostei também de usar a blusa por fora da calça!

Blusa de Seda: cetim charmeuse de seda da loja Promenade Fabrics (New Orleans), molde da revista Burda Style de setembro/2017.
Calça Jeans: C&A
Tênis: All Star
Brincos: Montageart

Nada como encerrar o ano assim, né?!
Em 2018 quero mostrar muitas outras costuras por aqui!

Por festas de fim de ano sem correria: planejando os looks!
Look do Dia: Vestido com Nesgas (da Burda Style)!
Como fazer toalhas de mesa!

Ainda no embalo dos presentes que fiz no final do ano, costurei três toalhas de mesa. Aqui em casa eu já não compro mais toalha de mesa há alguns anos, eu mesma faço.

Algumas toalhas já estão aqui há tanto tempo que eu nem achei os posts para linkar, rs. Uma delas é uma toalha xadrez que eu usei na decoração do encontrinho do blog em 2017, post aqui.

Toalhas de tecido impermeável

Eu fiz uma toalha na virada de 2016 para 2017 com um tecido de algodão impermeabilizado, ideal para usar na cozinha. Tem post aqui. Minha mãe ficou namorando a minha toalha e eu disse para ela que, quando eu tivesse oportunidade, compraria mais daquele tecido e faria uma toalha para ela também.

O tecido tinha sido comprado em Paris e, num bate e volta de um dia de férias (estou devendo vídeo sobre isso, logo menos ele vai chegar!), consegui comprar novamente! Como minha mãe tinha pedido para fazer uma outra para a minha tia Frederica, eu já fui preparada para comprar tecido suficiente para as duas peças. Escolhi uma estampa diferente da minha mas, para aproveitar bem o tecido, as duas ganharam toalhas de uma mesma estampa.

Segui os mesmos cálculos para fazer a minha toalha e, assim, duas novas toalhas foram costuradas para as respectivas mesas da minha mãe e da minha tia. Fiz assim:

  • Tirei a medida justa do tampo de cada mesa, largura e comprimento.
  • Adicionei 26cm para cada lado do tampo (ou seja, 52cm a mais na largura e 52cm a mais no comprimento).
  • Para uma mesa de 88cm x 160cm (estas são as medidas da minha mesa), a toalha terminada fica com 140cm x 212cm. Eu fiz uma barra de 1cm + 1cm em toda a volta, então o tecido cortado media 144cm x 216cm. Ficaram perfeitas!

Toalha em Patchwork

Eu não tinha comprado mais deste mesmo tecido impermeável para fazer mais uma toalha para a minha sogra, pois comi bola e não peguei as medidas da mesa dela com antecedência.

Resolvi então combinar alguns tecidos especiais que eu já tinha em casa e fazer uma toalha em Patchwork com eles. Peguei a medida da mesa com o meu cunhado (mas minha sogra percebeu, rs) e fui fazer os cálculos.

Como foi gostoso retomar o Patchwork depois de algum tempo! Por isso nunca é demais aprender algumas técnicas variadas, elas podem ser bem utilizadas a qualquer momento!

O tampo da mesa da minha sogra mede 141cm x 75cm. Adicionei alguns centímetros a essa medida inicial para que a barra começasse abaixo do tampo. Para a barra, fiz faixas de 24cm, seguindo a mesma lógica das toalhas sem Patchwork.

Deixo aqui abaixo o projeto, o desenho já está com as medidas da toalha terminada (acrescentei 0,75cm em cada lado a ser costurado e 2cm para a barra). Os retângulos foram unidos como fazemos na técnica do Nine Patch.

Escolhi tecidos brancos com estampas discretas para o tampo e um laise muito especial para a barra. Adorei como ficaram depois de unidos!

Tecido japonês (estampa dente de leão), tecido de passarinhos Ateliê Sereníssima, laise comprado na Alemanha.

E assim a toalha ficou depois de pronta (obs: a minha mesa é um pouco maior que a da minha sogra):

Ah, preciso contar um momento de “emoção” que aconteceu enquanto eu fazia esta toalha: fui passar uma das bordas na overloque, depois de costurar, e deixei a faca cortar o tecido de baixo… Por sorte eu tinha mais um pedaço do tecido que ficou danificado para poder substituir, ufa! Dali em diante eu passei na overloque primeiro para depois costurar, rs! #vivendoperigosamentenacostura

Presentes especiais

Três toalhas para presentear!

As três presenteadas ficaram super felizes com os mimos. A minha sogra, aliás, nunca tinha ganhado uma costura minha nesses anos todos, dá para acreditar?! Mas eu procurei me redimir da melhor forma!

Já fiquei sabendo que a toalha virou um xodó da minha sogra, o que me deixou super feliz por ter escolhido fazer este presente para ela!

E assim eu encerro a produção de presentes de Natal, muito satisfeita por presentear com itens feitos por mim, cheios de amor!

Uma Tilda para Edleuza
Amigo Secreto das Amigas Craft
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy e Game of Thrones, esposa, dona de casa, ciclista, praticante de Pilates, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Os Melhores Posts de 2017!
Formação em Consultoria de Estilo!