Como foi meu ano de 2021 e como tem sido empreender

Olá!

Tudo bem?

Feliz ano novo!
(Eu acabo desejando feliz ano novo praticamente o mês de janeiro inteiro, pra garantir, rs)

Ano passado foi um ano muito difícil, né?! A pandemia que não terminou, crise em vários aspectos e, no âmbito pessoal, foi difícil também. Passei o primeiro semestre lidando com o retorno da depressão, após um episódio bem traumático em outubro de 2020 que foi um gatilho para que ela voltasse. Relutei em tomar remédio até abril, quando me vi sem saída. O meu estado era muito pior do que os possíveis efeitos colaterais do antidepressivo.

Segui trabalhando e, muitas vezes, era isso também o que me salvava. Dar aulas faz com que a gente se desligue da gente mesma um pouco e isso me ajudava demais. Ver minhas alunas produzindo me colocava pra cima sempre. A minha rede de apoio nunca foi tão incrível, família por perto (mesmo que virtualmente), amigas que me ajudaram a levantar da cama quando eu achei que não conseguiria, terapia…

Quando eu estava começando a me recuperar, Leia ficou bem doente. Eu entrei num estado de atenção total para cuidar dela, segui trabalhando e parei de cuidar de mim. Quando ela começou a melhorar, em junho, eu “pifei”. Precisei diminuir o ritmo na marra e cuidar de mim de novo. Não pude me dar férias, mas tive que descansar.

No primeiro semestre, um bocado de coisas aconteceu na minha casa. Também me desestabilizou muito, me fez sentir frágil e incapaz de manter o meu próprio teto como se deve. Agora está tudo bem com a minha casinha, ufa.

Ao mesmo tempo, as coisas boas aconteciam: refiz meu ateliê com a ajuda de uma amiga querida (beijo, Rô), voltei a estudar para cuidar do meu aspecto empreendedor e também do aspecto criativo, as vacinas foram chegando, Leia melhorou, fiz duas pequenas viagens que foram muito significativas, a depressão foi dando trégua, a reabertura veio para possibilitar alguns programas fora de casa, as aulas presenciais foram retornando também.

Quando eu achei que 2021 tava terminando até que bem, uma grande perda mexeu comigo: Luke, meu companheiro tão maravilhoso por 10 anos, partiu no dia do meu aniversário. Foram 15 dias muito intensos de cuidados com ele, que seguiu fofo até o último minuto. Sinto saudade demais dele e o coração ainda está acalmando por aqui…

As festas de fim de ano foram um tanto melancólicas pra mim, por conta do meu luto. Mas eu estava feliz por estar com a minha família de novo e também com as minhas amigas na virada do ano.

Foi difícil e eu nunca vou esquecer que 2021 foi um ano de amadurecimento enorme pra mim, quando consegui deixar dores antigas e culpas que não eram minhas pra trás, quando eu vi que, mesmo em meio a tantas coisas acontecendo, consegui fazer meu negócio crescer um pouco e isso me animou muito.

Dei a minha primeira oficina presencial depois de mais de dois anos, dei a minha primeira oficina online (que foi incrível). Mais uma vez, saber que sou capaz de ter um trabalho que pode levar coisas muito legais e acolhimento pra outras pessoas, seguiu me salvando.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Katia Linden (@katialinden)

Eu estava num ritmo bom no começo de 2021 de produção de conteúdo aqui e no Insta mas, com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, acabei não conseguindo tocar o que eu tinha planejado. Mas sempre é hora de recomeçar, né?!

Empreendedorismo, feminismo, rede de apoio e independência

Como parte da retrospectiva que estava fazendo no ano passado, contei em uma live no Insta as questões de empreender neste mercado de manualidades e também um mercado de muita presença feminina.

Se você não assistiu, aproveita e me conta o que achou!

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Katia Linden (@katialinden)

Vou voltar aqui com mais frequência, quero muito colocar a conversa em dia por aqui!

Vamos juntas?

9 Anos de Blog!
Reflexões durante o covid, Get Back e um coração em paz.
Assine a minha newsletter!

Preciso dizer uma coisa: Tem tanta coisa acontecendo por aqui que eu resolvi abrir um novo canal para poder contar as novidades!

Estou iniciando um informativo por e-mail (a ideia é que seja quinzenal) para contar as novidades sobre a consultoria de estilo e também outros serviços que vou disponibilizar em breve, além de dicas bacanas!

Prometo que será muito legal, ainda mais se você se interessa por costura, manualidades, estilo e tudo que é feito com empatia e colaboração!

Você topa participar?

É só preencher o formulário que está neste link ou preencher seus dados na caixinha que está à direita!

Obrigada e espero você!

Formação em Consultoria de Estilo!
9 Anos de Blog!
Look do dia: Mais um colar em tricotin!

Como eu contei ao mostrar o primeiro colar que eu fiz em tricotin, usar materiais que restaram de projetos anteriores de tricô e crochê tem sido uma prioridade pra mim.

Assim como eu fui acumulando cortes de tecidos inteiros e sobras de projetos nestes anos de costura desenfreada, não quero que o mesmo aconteça com meus materiais de tricô e crochê.

E assim, com o que restou de lã do meu gorro de lã, nasceu mais um colar de tricotin!

Colar-cordão de tricotin

Em julho, lá estava eu fazendo mais um tubinho de tricotin para usar até o fim da lã linda que já tinha virado um gorro bem quentinho…

Até que chegou o dia em que o tubinho estava pronto e eu, querendo usar algo diferente em um dos dias do curso de formação em consultoria de estilo, torci até que formasse um cordão bem bonito e num bom comprimento para um colar.

Mais um tricotin que virou colar e está sendo estreado hoje! #costurakatiacostura #tricotakatiatricota #bloguices

A post shared by Katia Linden (@katialinden) on

Como eu fiz isto à noite e já queria ir usando na manhã seguinte, uni as pontas com uma costura com a própria lã, mas como eu adorei de verdade este modelo, vou comprar terminais de colar para fazer outras peças!

Que tal?

Look do Dia

Desde que terminei o colar, usei pelo menos uma vez por semana! Ou seja, ele foi uma ótima ideia para dar uma cor a mais perto do rosto e colocar mais textura aos meus looks!

A combinação é preferida é esta aqui, com o roxo do vestido, com o verde do casaco levinho e o alaranjado do colar (as cores estão coordenadas em tríade, contei mais aqui).

Olha a selfie da autoestima com o colar novo!

Coordenação de cores em tríade (roxo, verde e laranja) mais querida!

Colar: tricotin feito com lã Lanafil (Pagliaccio – 53% lã e 47% acrílico – cor 42211).
Vestido de Malha: Ponto Roma comprado no Bom Retiro (SP). Molde do Davie Dress, da Sewaholic Patterns (Canadá), versão C: sem mangas e comprimento nos joelhos. Mais fotos do vestido aqui.
Parka: Laundry
Botas: Luiza Perea

Fiquei tão satisfeita com este segundo colar que quero fazer outros!
Um ótimo acessório!

Acessórios para o Inverno: Gorro de tricô!
Roxo é o novo preto
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: feminista, mãe de cachorros, tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Um manifesto para 2022
Vencendo a minha maior resistência: vender!