Me Made May 2017 (#mmmay17): o final

E não é que já chegamos em junho? Não sei se você acha que este ano está passando rápido, mas para mim está!

Só de pensar que o mês de maio, mais prazeiroso por conta do Me Made May, já acabou… Enfim, é hora de fazer aquele apanhado dos últimos looks handmade deste mês. Como sempre é super gostoso colocar nosso armário handmade em evidência!

O post com os primeiros looks do mês está aqui e no final deste post tem todos os links para as peças que mostro hoje, caso você queira conferir em detalhe!

Terceira Semana

Quarta Semana

Links para as peças

Se você quiser conferir alguma peça em detalhe ou como eu a utilizei em outras ocasiões, os links são estes abaixo!

Dia 16: mais uma vez que passei o dia com roupas de academia – que não foram feitas por mim… 🙁
Dia 17: Blusa Dora (da Francine Lacerda)
Dia 18: Jaqueta Bomber Quiltada
Dia 19: Pantalona de malha azul – a calça é tão antiga que não tem um post específico para ela, mas o molde é o mesmo desta aqui
Dia 20: Vestido de malha com corte princesa
Dia 21: pulei (Passei o dia de pijama, rs)
Dia 22: Camiseta Plantain de malha amarela
Dia 23: Top Cropped de Malha (e macacão jeans)
Dia 24: Blusa Coco de malha de bouclê
Dia 25: pulei (mais um dia de pijama, eu estava doente…)
Dia 26: Vestido Monetta de Malha
Dia 27: Vestido com Babado Ombro a Ombro
Dia 28: Mini Saia de Sarja
Dia 29: Blusa Taffy de Laise (mais uma que é tão antiga que não tem um post só pra ela, rs! Mas tem as três primeiras que fiz com este molde aqui).
Dia 30: Blusa Coco de malha (outra blusa antiga e que não tem um post só pra ela, rs! Tem fotos dela aqui).
Dia 31: Blusa de Crepe de Seda

Fico muito feliz em ter participado do Me Made May mais uma vez! Ajudou a conhecer mais pessoas que costuram as próprias roupas, ver as produções das amigas e pensar em como melhorar meu armário handmade!

E você? Tem preenchido o seu armário com itens handmade?

Me Made May 2017 (#mmmay17): o começo
Desafio Me Made May 2017 (#MMMAY17)
Primeiros Looks do Me Made May 2016 (#mmmay16)!

Olá!
Quem está sempre por aqui deve ter percebido uma ausência de novos posts nos últimos dias, não é?! Bom, primeiro uma viagem de férias muito emocionante mas em que fiquei praticamente sem internet (logo menos a viagem será contada aqui no blog). Depois, na volta, uma série de acontecimentos por aqui me deixou longe do computador. O que importa é que tudo está se resolvendo e aqui estou de volta!

Para retomar a rotina habitual de posts (que eu amo manter, aliás), hoje é dia de mostrar os look dos primeiros dias do Me Made May deste ano. Contei sobre este desafio aqui.
Neste ano eu quero usar novas combinações para as minhas peças handmade, estou também procurando não repetí-las ao longo deste mês exatamente para colocar mais peças em uso e, assim, usar algo que esteja parado ou que eu sempre uso da mesma forma.

Vamos aos looks? Para ver mais detalhes e informações das peças que eu costurei, coloquei os links para os respectivos posts!

Primeira semana

Dia 1 – Último dia do festival de New Orleans (olha o spoiler dos posts futuros, rs). Estava calor e chovendo, então fui de macacão curto e levinho com botas de plástico.Post sobre o macacão aqui.

Dia 2 – Look para ir embora para casa: camiseta, legging, tênis e casaco, tudo bem confortável!Post sobre a camiseta de malha de viscose aqui.

Dia 3 – De volta a SP, no último dia de férias e finalmente aproveitando o outono.Saí com meu vestido de moletom e apliques de renda, tênis e jaqueta jeans.Post sobre o vestido de moletom aqui.

Dia 4 – Era para ser apenas um dia de volta às aulas, mas não foi bem assim, rs! (Por isso a minha cara meio acabada…)De qualquer forma, usei a camiseta que eu troquei o viés faz tempo e a minha jaqueta bomber.Post sobre a camiseta aqui e sobre a jaqueta bomber aqui.

Dia 5 – Para resolver problemas na rua (rs), vestido de malha de rayon e tênis.Post sobre o vestido Wren aqui.

Dia 6 – Confesso que estava totalmente sem ideia do que vestir nesse dia. Aí repeti o look “sucesso” do último Lollapalooza com macacão jeans, camiseta de manga comprida e lenço de algodão.Post com detalhes deste look todo aqui.

Dia 7 – Para passar o dia com uma das minhas pequenas (só consegui fazer a foto na volta do passeio, por isso estou tão amarrotada, rs), minha blusa Taffy de laise e minha pantalona de linho com viscose.Post com a blusa aqui e sobre a calça aqui.

Dia 8 – Look fofo para o almoço de dia das mães em casa: top cropped de moletom, saia evasê com prega e sapatilhas, eu gostei!Post sobre o top cropped aqui e sobre a saia Vivi aqui.

Segunda semana

Dias 9 e 10 – Foram dois dias em que acabei não usando nada que eu fiz, mas os trabalhos handmade continuaram por aqui (na foto, uma das mangas da minha blusa de tricô em progresso).

Dia 11 – Finalmente um dia normal de aulas (com direito a uma prova “básica” de alemão)! Para a jornada de estudante, minha querida saia de sarja Arielle (post sobre ela aqui).

Dia 12 – Mais um dia de afazeres domésticos, quando acabo usando roupas “das ginásticas”…O ponto alto do dia foi que retomei a colcha de Patchwork que comecei no ano passado, agora só sossego quando terminá-la!

Dia 13 – Para um cinema e jantar com o marido, minha amada blusa de crepe de seda. Não via a hora de usá-la de novo! Post sobre a blusa aqui.

Dia 14 – Para uma pizza em família, vestido curtinho de malha com legging, bota e casaco.Post sobre o vestido Coco em malha de algodão aqui.

Dia 15 – Domingo relax com vestido, jaqueta jeans e tênis. Post sobre meu vestido Monetta de malha aqui.

Dia 16 – Ontem foi um dia bem caseiro, sem look handmade, mas com os trabalhos da colcha prosseguindo. Estou terminando a colcha, finalizando o viés com pontos à mão.

Primeiras conclusões sobre minhas peças handmade

O que eu percebi até agora é que estou usando menos vestidos do que eu usava em outros tempos, tanto que estou evitando fazer outras peças do tipo há um tempo. As cores andam bem dentro daquela cartela de cores que escolhi no ano passado (post aqui), mas vesti um pouco de rosa em dois dias e eu gostei! Ajuda muito pensar nas cores na hora de combinar as peças, fica mais fácil, sabe?

Outra coisa importante nos tempos atuais é que eu vivo sem salto, estou praticamente de tênis o tempo todo. Os meus tênis nem sempre são básicos, mas são maravilhosamente confortáveis. Então, preciso considerar o item “calçado baixo/tênis” ao pensar nas costuras futuras ou como aproveitar bem o que teu já tenho no armário, já que ando muito feliz com eles!

Gostou dos looks?Ainda temos praticamente metade do desafio pela frente, continuo animada!
Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Look do Dia: Vestido de Moletom!

Às vezes a gente bate o olho num molde e quer fazer do jeitinho que ele foi criado. Tem vezes que a ideia está certinha na nossa cabeça, mas falta algo para executar (um molde legal ou o tecido ideal, por exemplo). Outras vezes, as inspirações vão aparecendo em momentos diferentes e se acumulando. Ao juntar tudo, vem a ideia do projeto ideal. Pois é, para fazer esse vestido de moletom foi desse último jeito.

Tenho visto alguns looks legais com vestidos de moletom, principalmente da Carla Lemos, do Modices. Eu adorei a ideia de usar assim e fugir do moletom que a gente só usa para ficar em casa, sabe?

(Fontes: esta e esta)

E faz tempo, eu acho que há uns quatro anos atrás, comprei apliques de renda creme na região da 25 de março e apliquei à mão numa camiseta cinza mescla da Hering. Até hoje é uma das camisetas que eu mais uso. Tem foto dela no Me Made May deste ano aqui.

Tempos depois, mais precisamente do ano passado pra cá por conta de ter comprado a overloque, praticamente engatei uma costura de malha atrás da outra.

Veio o projeto do top cropped de moletom, que eu uso muito, e o que sobrou de tecido daria fácil para fazer algo maior, como um vestido. Segurei a ansiedade e deixei a mente viajar um pouco para chegar a um bom projeto.

Aí vem o pessoal com quem estudei nos tempos do colégio agitar um reencontro e eu topei na hora! Era a desculpa ideal para fazer algo para vestir no evento, sabendo que seria um churrasco e que não precisaria ser algo mega arrumado.

Eu fui adolescente nos anos 90, uma época em que a gente vestia moletons largos e roupas meio detonadas. Algumas coisas até voltaram a estar na moda hoje em dia, o que me causa alegria mas também estranhamento, pois cheguei a um ponto em que o vintage e o retrô “da vez” alcançaram uma época que você já viveu. Até isso acontecer, é legal experimentar vestir coisas de tempos que você não viveu porque acaba sendo uma grande novidade. Por isso mesmo é legal e ao mesmo tempo nostálgico voltar a vestir algo que você usou 20 anos atrás porque voltou a ser legal.

Devaneios à parte, sei que se não fosse por este post, ninguém ficaria sabendo que a minha mente viajou tanto para chegar a este vestido de moletom. Coisa linda a imaginação fértil da gente, né?! Só sei que o resultado ficou exatamente como eu queria! E o melhor, eu me sinto muito bonita quando eu o uso, mesmo sendo algo que pode ser visto como extremamente simples aos olhos dos outros.

A modelagem desta peça foi uma grande variação do top cropped da Colette – que eu acho que veste muito bem como um todo – com a modelagem a partir da cintura toda feita por mim. Para remeter às blusas de moletom, coloquei a barra mais larga tanto na parte de baixo do vestido quanto nas mangas 3/4, meu vício mais recente, rs!

Depois de costurado, apliquei as rendas à mão, feliz da vida porque o vestido que eu tanto queria e tanto tinha imaginado agora fazia parte das peças mais queridas que costurei!

Aproveitei para testar um look monocromático, coisa que quase nunca faço, já que meu tênis favorito é cinza mescla também. Para dar uma corzinha no rosto, batom mais aparecido. Com o ventinho frio do fim do dia, quebrei a cor única do look com a minha amada jaqueta bomber. Olha só como ficou!

Vestido: Moletom cinza mescla comprado na Mediterrâneo (Bom Retiro – SP), apliques de renda comprados na região da 25 de março (faz tempo, não lembro a loja exatamente). Molde feito por mim.
Jaqueta Bomber Quiltada: tecido de algodão Liberty (comprado em Paris). Molde da Papercut Patterns – Rigel Bomber Jacket – e adaptação para ser forrada e quiltada do blog da Liberty.
Tênis: Adidas
Brincos e Anel: Camila Klein
Batom: Flat Out Fabulous (MAC)

Aqui, uma foto junto com a galera, incluindo os filhotes da turma!

Antes de concluir, preciso colocar uma trilha sonora, até porque realmente mergulhei mesmo na nostalgia dos anos 90 enquanto fazia o vestido. Então lá vai uma das músicas que embalaram o projeto para quem quiser relembrar ou sentir um pouquinho do mood da época, se for o caso!

“1979” – Smashing Pumpkins Curiosidade e nostalgia: Eu sempre amei essa música porque o título dela é o ano em que eu nasci. Quando eu e o Ricardo começamos a namorar em 1996, essa música fez muito sucesso e ouvíamos muito este álbum inteiro!

Gostou?
Eu realmente adorei!
Beijos!

A volta às costuras depois de um ano
Voltei a dar aulas! Primeira parada: Sesc Ipiranga
Katia Linden
Sou de São Paulo, publicitária de formação e várias outras coisas por admiração e escolha própria: feminista, mãe de cachorros, tatuada, amante de música, viciada em Grey's Anatomy, costureira, modelista, consultora de estilo e (também, ufa) autora deste blog.
Sobre o Blog ⟩
Newsletter

Assine a minha newsletter e receba novidades exclusivas por e-mail!

Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres.
Email inválido.
Insira apenas letras e espaços. Min. 2 caracteres. (Obrigatório!)
keyboard_arrow_right
close
Vencendo a minha maior resistência: vender!
Sobre Florescer em Pleno Inverno